terça-feira, 7 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Jorginho deve manter Rafael Vaz no time do Vasco

Jorginho deve manter Rafael Vaz no time do Vasco

Matéria publicada em 15 de fevereiro de 2016, 19:12 horas

 


União: Rafael Vaz faz questão de destacar grupo forte do Vasco (Foto: Divulgação)

União: Rafael Vaz faz questão de destacar grupo forte do Vasco (Foto: Divulgação)

Rio – Autor do gol da vitória do Vasco no clássico deste domingo sobre o Flamengo, o zagueiro Rafael Vaz tem grandes possibilidades de começar jogando na partida do próximo sábado, diante do Tigres, no Las Larios, em Xerém. O capitão Rodrigo recebeu o terceiro cartão amarelo e vai cumprir suspensão, enquanto Luan volta ao time.

Se o técnico Jorginho utilizar o mesmo critério que garantiu a escalação de Jomar no clássico, Rafael Vaz deve ser o escolhido pelo treinador. Jorginho havia optado por Jomar com o argumento de que não pretendia modificar a posição de Rodrigo na zaga, o que aconteceria se Vaz fosse o escalado. Como Luan, que cumpriu suspensão, atua pelo lado direito, a vaga da esquerda deve ser mesmo do jogador que se tornou um herói para a torcida cruz-maltina ao entrar na parte final do jogo e marcar o gol que manteve a escrita de vitórias sobre o Flamengo.

O treinador Jorginho explicou que só vai pensar na formação da equipe das possíveis mudanças, a partir do treinamento desta terça-feira. Para o treinador, o Vasco não tem um time, tem um elenco em condições de suprir qualquer ausência:

– Com os meninos da base, somos 31, 32 ou 33 jogadores, todos integrados no mesmo trabalho. Foi muito bom ver o Jomar entrando com essa personalidade. Rafael Vaz entrando e decidindo o jogo. E Marcelo Mattos que vinha de um tempo meio sumido e mostrando que está inteiramente recuperado e pronto para ajudar a equipe.

Rafael Vaz, inclusive, esbanjava felicidade após ter marcado o gol da vitória no clássico diante do Flamengo. Depois de se frustrado com a decisão do técnico Jorginho que optou por Gilmar para formar a dupla com Rodrigo, Vaz viu o destino conspirar a seu favor, quando Jomar se lesionou e ele foi chamado para disputar os últimos minutos da partida. Em entrevista à Rádio Globo, o zagueiro disse que nunca pensou que fosse terminar o domingo com tanta alegria.

– Foi muito bom poder ajudar os companheiros e dar alegria para essa torcida.

O zagueiro contou que, ao final do jogo, decidiu não dar a camisa usada no clássico para ninguém. Rafael Vaz explicou que a camisa será um presente para a família. “Ela vai ficar lá em casa como lembrança desse jogo”.

Zagueiro herói

O zagueiro-artilheiro, autor do gol da vitória vascaína nos últimos minutos no clássico contra o Flamengo em São Januário, entrou para a história. Após 11 anos, o “Clássico dos Milhões” foi disputado em São Januário, e o Vasco conseguiu manter a escrita de não perder para o rival há sete partidas.

Apesar de estar acostumado a fazer gols na carreira, o jogador acredita que o resultado conquistado é fruto de um trabalho bem realizado pelo técnico Jorginho e por um grupo unido em busca de seus objetivos.

– Foi super emocionante marcar esse gol. É um clássico que não acontecia há 11 anos em São Januário. Estou muito feliz de ter feito parte dessa história, ainda mais de ter ajudado com o gol da vitória. Para mim isso que importa. Tenho muita felicidade em vestir a camisa do Vasco e honrá-la dessa maneira – afirma Rafael Vaz ao Site Oficial do Vasco.

Mesmo não sendo titular na zaga, Rafael Vaz tem números impressionantes em suas partidas pelo Vasco. Nos últimos 23 jogos com a camisa vascaína, foram só três derrotas, contra seis empates e quatorze vitórias. No total das 37 partidas, são sete gols já marcados pelo clube. Apesar desse bom rendimento e por trazer sorte a equipe nos últimos jogos, Vaz ressalta mais uma vez a união deste grupo, que o jogador classifica como “vencedor”.

– Somos muito unidos. É um grupo vencedor. Só tenho que agradecer a Deus de todas as partidas que joguei ,que pude ajudar meus companheiros. Estou muito feliz de poder corresponder ao Jorginho e a torcida do Vasco. É um fruto de um trabalho. Deus sempre vem me honrando. Eu sempre ajudo na parte defensiva e quando tem uma brecha, tento ajudar o ataque também – afirma o zagueiro.

Para 2016, Rafael Vaz garante que fará de tudo para deixar os vascaínos felizes e também se coloca à disposição do técnico Jorginho.

– Sabemos das nossas responsabilidades desse ano. O nosso torcedor pode saber que estamos focados. Vamos subir e colocar o Vasco em seu devido lugar, que é a primeira divisão. O jogador tem que saber que, quando assina contrato com o clube, não é para ser titular, e sim para fazer parte da equipe, ser companheiro. Eu estou muito feliz. Sempre que o Jorginho precisar de mim irei dar a vida e corresponder da melhor forma possível. Vou honrar a camisa do Vasco acima de tudo – finaliza o jogador.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document