segunda-feira, 6 de dezembro de 2021 - 14:25 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Pâmela Rosa e Breno Correia serão os porta-bandeiras do Brasil na Abertura dos Jogos Pan-americanos 2021

Pâmela Rosa e Breno Correia serão os porta-bandeiras do Brasil na Abertura dos Jogos Pan-americanos 2021

Matéria publicada em 25 de novembro de 2021, 17:25 horas

 


COB repete medida adotada em Tóquio e, para proteger a delegação em meio à pandemia, desfilará com apenas cinco pessoas

A skatista Pâmela Rosa e o nadador Breno Correia serão os porta-bandeiras da delegação brasileira na Cerimônia de Abertura dos Jogos Pan-americanos – Foto: Washington Alves/COB.

Cali- Atletas olímpicos e com um currículo de destaque, apesar da pouca idade, a skatista Pâmela Rosa e o nadador Breno Correia serão os porta-bandeiras da delegação brasileira na Cerimônia de Abertura dos Jogos Pan-americanos Cali 2021, marcada para 25 de novembro, às 21h (horário de Brasília), no Estádio Olímpico Pascual Guerrero. O anúncio ocorreu na tarde desta terça-feira, 23, na chegada da dupla ao hotel em que ficarão hospedados.

“Mantivemos o critério que adotamos em todas as edições que o Brasil participa, que é evitar colocar atletas que compitam no dia seguinte à Cerimônia de Abertura e escolher atletas com melhor currículo. E, dentre os atletas que já estarão em Cali, no feminino temos a Pâmela, que é uma atleta olímpica e bicampeã mundial de skate, título recém-conquistado; e o Breno no masculino, que, além de ser medalhista de ouro nos Jogos Sul-americanos e Pan-americanos, também é um atleta olímpico de destaque. Tenho certeza que o Brasil estará bem representado”, disse o vice-presidente do COB e Chefe de Missão em Cali, Marco La Porta.

Aos 22 anos, Pâmela Rosa conquistou seus dois títulos mundiais em São Paulo 2019 e em Jacksonville 2021, sendo este último há nove dias. A skatista foi pega de surpresa com a notícia de que seria porta-bandeira do Brasil na abertura do Pan Júnior de Cali.

“É um sonho realizado. Sempre assistia os Jogos Olímpicos na TV e poder representar o meu país, levar a nossa bandeira… é um orgulho enorme ser brasileira. É um orgulho para mim e para todos os atletas que vão poder representar o nosso país nestes Jogos”, disse Pâmela.

Campeão mundial de piscina curta nos 4x200m livre em Hangzhou 2018 e dono de cinco medalhas nos Jogos Pan-americanos Lima 2019 (ouro no 4x100m e 4x200m livre; prata nos 200m livre, 4x100m medley e 4x100m livre misto), além de outras três nos Jogos Sul-americanos Cochabamba 2018 (ouro nos 100m e 4x200m livre; e prata no 4x100m livre), Breno Correia, 22, é mais um representante do Nordeste que tem se destacado no cenário internacional.

“Acabei de receber a notícia e foi uma alegria muito grande. Sempre tive o sonho de carregar a bandeira do meu país e agradeço ao COB por essa oportunidade”, falou Breno.

Assim como ocorreu nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, o Time Brasil desfilará com uma delegação reduzida. Serão apenas cinco integrantes: a dupla de porta-bandeiras; o Chefe de Missão, Marco La Porta; e dois oficiais, sendo um representante do COB e outro das confederações esportivas.

“Vamos manter o padrão que adotamos em Tóquio, buscando preservar a saúde dos atletas. Ainda estamos na pandemia, queremos evitar aglomeração e que a nossa delegação seja submetida a qualquer tipo de risco”, explicou La Porta.

Com duração prevista de duas horas, a Cerimônia de Abertura será transmitida ao vivo pelo Canal Olímpico do Brasil. No mesmo dia, porém mais cedo, a plataforma de streaming do COB exibe o primeiro dia de disputas nos saltos ornamentais (14h, horário de Brasília) e a última rodada da fase de grupos no handebol feminino: Brasil x Paraguai (15h).

Fonte COB*.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document