quinta-feira, 20 de janeiro de 2022 - 07:16 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Prêmio Brasil Olímpico terá homenagem especial à vitoriosa participação do país no Pan Jr. de Cali

Prêmio Brasil Olímpico terá homenagem especial à vitoriosa participação do país no Pan Jr. de Cali

Matéria publicada em 6 de dezembro de 2021, 16:57 horas

 


Representando todos os medalhistas brasileiros na competição, Maria Eduarda Alexandre, da ginástica rítmica, e Igor de Queiroz, ouro no wrestling, subirão ao palco do evento para receberem uma placa comemorativa – Foto: COB.

Cali- O esporte brasileiro fechou o ano de 2021 da melhor forma possível com uma vitoriosa participação na primeira edição dos Jogos Pan-americanos Júnior, realizados na cidade colombiana de Cali. E para celebrar a liderança no quadro de medalhas, o Prêmio Brasil Olímpico terá um momento especial para homenagear a promissora nova geração de atletas. A cerimônia acontece nesta terça-feira, dia, 7, em Aracaju (SE).

Representando todos os medalhistas brasileiros na competição, Maria Eduarda Alexandre, da ginástica rítmica, que conquistou três ouros na competição, e Igor de Queiroz, ouro na categoria até 97k do wrestling, subirão ao palco do evento para receberem uma placa comemorativa. Igor foi protagonista de um dos momentos mais marcantes do Brasil em Cali. Sua medalha de ouro, na garra e na persistência, no último segundo da luta enquanto seu oponente de Cuba já comemorava o título. Igor também representou o Brasil nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018.

Em Cali, o Time Brasil conquistou 164 medalhas, sendo 59 ouros, 49 pratas e 56 bronzes e terminando a competição na liderança do quadro de medalhas. Além disso, conquistou 77 vagas de forma antecipada para os Jogos Pan-americanos Santiago 2023.

Mesmo com uma delegação menos numerosa que Colômbia e México, o Time Brasil mostrou um aproveitamento impressionante. Das 38 modalidades em que estava inscrito, conquistou ao menos uma medalha em 35. E garantiu vagas para Santiago 2023 em 14: atletismo, ginástica rítmica, ginástica de trampolim, handebol, judô, karatê, natação, patinação velocidade, skate, taekwondo, triatlo, vôlei, vôlei de praia e wrestling.

Os maiores medalhistas da competição também foram brasileiros. Com apenas 17 anos, a nadadora Stephanie Balduccini conquistou 7 medalhas de ouro, seguida pelos companheiros de esporte: Breno Correia e Ana Carolina Vieira, ambos com 5 ouros e 1 prata.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document