Presidente da CBF promete ajuda a autoridades, mas rebate Romário - Diário do Vale
sábado, 25 de setembro de 2021 - 20:48 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Presidente da CBF promete ajuda a autoridades, mas rebate Romário

Presidente da CBF promete ajuda a autoridades, mas rebate Romário

Matéria publicada em 29 de maio de 2015, 16:14 horas

 


Del Nero chega ao Brasil tentando se livrar de associação a dirigentes detidos na Suíça

Rio – O escândalo de corrupção na Fifa desencadeou investigações também no Brasil em relação a possíveis irregularidades cometidas em território nacional. Por isso, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Marco Polo Del Nero, afirmou nesta sexta-feira que a entidade vai colaborar com as investigações.
– Conversamos com nossa diretoria, no sentido de que deveríamos tomar providências imediatas para demonstrar aos órgãos investigativos a vontade da CBF em demonstrar que está sem qualquer mácula. Não tem nada que nos ataque. Tudo está registrado e foi entregue ao procurador-chefe do Ministério Público Federal do Rio e também ao ministro da Justiça. Estamos aptos a responder a tudo o que for pedido -, declarou, em entrevista coletiva concedida na sede da Confederação, no Rio de Janeiro.
Ainda na quinta-feira, a Confederação emitiu comunicado oficial em que anunciou ter cedido ao Ministério Público todos os seus contratos realizados nas gestões anteriores. Apesar de ter reiterado a disposição em colaborar, Del Nero se mostrou incomodado com o senador Romário.
Na quinta, depois de ter coletado assinaturas para uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), o ex-jogador afirmou à TV Bandeirantesque Del Nero e Ricardo Teixeira merecem ficar ao lado de José Maria Marin em uma cela. O mandatário respondeu ao senador nesta sexta.
– Com relação ao senador Romário, posso informar que não é de hoje que ele me ataca. Mas toda vez em que ele me ataca vou ao poder judiciário e tomo as providências. Ele já foi condenado por isso. Vou continuar processando enquanto ele me ofender -, declarou.

Contratos Revistos

No centro das atenções do país inteiro após a prisão de seu ex-presidente José Maria Marín, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tem sido obrigada a improvisar no combate à corrupção em seus corredores. O atual mandatário Marco Polo Del Nero revela que todos os contratos vigentes serão reavaliados pela diretoria da entidade.
– Temos que analisar todos os contratos. Não podemos dizer que são ruins, péssimos para a CBF, porque as coisas andaram bem até agora. À medida que haja suspeita, temos que reavaliar. É isso que está sendo feito -, garante Del Nero, que defende o sigilo quanto aos valores das negociações da entidade que preside.
– Toda empresa privada, quando faz negociação, o acordo é bilateral. Normalmente as partes entendem que não querem noticiar os valores -, explica o presidente.
– É isso que acontece com a CBF. É uma entidade privada que presta contas à Assembleia Geral, ao Conselho Fiscal, à fiscalização e até à Polícia Federal se houver dúvida. Mas o contrato pode ser (sigiloso), está previsto em lei.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document