>
segunda-feira, 4 de julho de 2022 - 02:15 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Primeira Liga: Fluminense vence nos pênaltis e está na final

Primeira Liga: Fluminense vence nos pênaltis e está na final

Matéria publicada em 23 de março de 2016, 22:50 horas

 


Brasília – O Fluminense se classificou para a decisão da Primeira Liga ao derrotar o Internacional, na disputa de pênaltis, por 3 a 2., depois de um empate por dois gols no tempo normal da partida disputada nesta quarta-feira, no estádio Mané Garrincha.  O goleiro Diego Cavalieri acabou se tornando o herói tricolor ao defender duas cobranças.

O jogo foi muito movimento e o resultado espelhou o rendimento das duas equipes durante os 90 minutos. Osvaldo marcou os dois gols do Fluminense, enquanto Vitinho anotou os tentos da equipe do Rio Grande do Sul.
Na disputa de pênaltis, Gustavo Scarpa, Cícero e Marcos Junior converteram suas cobranças, enquanto Felipe Amorim desperdiçou. Pelo lado do Inter, Sasha e Marquinhos anotaram. Vitinho, Jackson e Anderson desperdiçaram

O jogo

A partida começou aberta, com os dois times buscando o ataque. E o primeiro momento de perigo foi criado pelo Fluminense aos cinco minutos. O lateral Jonathan investiu pela direita e cruzou para Gerson que dividiu com a zaga na pequena área e a bola acabou saindo. Logo depois, Osvaldo recebeu na intermediária e arriscou, mas o goleiro Muriel fez uma defesa tranquila.

O time dirigido por Levir Culpí estava mais bem postado em campo e todas as bolas divididas acabavam nos pés dos jogadores tricolores. Aos 15 minutos, Gustavo Scarpa bateu forte e Muriel fez outra boa defesa.

O Inter só apareceu na área tricolor no minuto seguinte, mas a cobrança de falta executada por Alex foi facilmente bloqueada pela defesa tricolor. Aos 19 minutos, Anderson fez bom passe para Eduardo Sasha que chutou forte para boa defesa de Diego Cavalieri.

A resposta tricolor foi imediata. Osvaldo foi lançado na pequena área, mas o goleiro Muriel saiu bem e impediu que a bola chutada pelo atacante do time carioca chegasse às suas redes. Depois dos 20 minutos, a partida ficou mais equilibrada, com os dois times dividindo a posse de bola.

Aos 24 minutos, o Internacional marcou o primeiro gol. Artur recebeu de Alex e cruzou. A zaga tricolor rebateu mal e Vitinho aproveitou para chutar forte, sem dar chances de defesa para Diego Cavalieri. A vantagem colorada não demorou muito. Aos 29 minutos, Gerson descobriu Osvaldo penetrando pela esquerda e fez o passe. O atacante bateu cruzado e a bola passou entre as pernas do goleiro Muriel que havia saído para tentar fechar o ângulo.

Logo depois de sofrer o gol, o técnico Argel trocou o volante Silva pelo atacante Marquinhos. Aos 35 minutos, após troca de passes, Gustavo Scarpa recebeu de Cícero e bateu forte, mas a bola saiu, sem levar muito perigo.

O jogo caiu de ritmo, mas o Fluminense voltou a criar outro bom momento aos 42 minutos, quando Magno Alves recebeu na frente e bateu por cima do travessão. Logo depois, foi a vez de Gustavo Scarpa arriscar e Muriel fez grande defesa, espalmando para escanteio. NBa cobrança, Gum cabeceou para baixo e o goleiro do Inter voltou a aparecer bem, evitando o segundo gol do Flu.

O Fluminense voltou para o segundo tempo com Marcos Junior no lugar de Magno Alves e com maior disposição ofensiva. Aos sete minutos, Henrique bateu falta, a bola se chocou com a barreira e sobrou para Cícero que isolou. Logo depois, o Fluminense quase que foi beneficiado por um toque involuntário no árbitro Sandro Ricci e quase se ofereceu a Marcos Junior, mas Ernando aliviou o perigo.

O Internacional apareceu com perigo aos 12 minutos, quando Eduardo Sasha invadiu pela esquerda e caiu após choque com Jonathan, mas o árbitro não marcou o pênalti pedido pelo atacante gaúcho.

O Fluminense desempatou aos 15 minutos. Após lançamento na área, Wellington Silva tocou de peito, Marcos Junior dividiu com Muriel e Jackson e a bola sobrou para Osvaldo tocar para o gol vazio. O Inter encontrava dificuldade para pressionar e o time carioca quase marcou o terceiro gol, aos 23 minutos, em cabeçada perigosa de Cícero. O técnico Argel trocou Alex por Andrigo e o time gaúcho começou a ficar mais tempo com a bola, trocando passes nas imediações da área tricolor.
Muito recuado, o time dirigido por Levir Culpi tentava aproveitar os espaços concedidos pelo adversário. Como aconteceu aos 31 minutos, quando Gerson tentou lançar Marcos Junior, mas o goleiro Muriel saiu do gol e aliviou o perigo, mandando a bola para a lateral.

O Inter seguiu pressionando em busca do gol do empate, mas o Fluminense, muito recuado, se defendia com muito empenho. O Tricolor só apareceu com perigo na área colorada aos 36 minutos em jogada rápida de Marcos Junior para Osvaldo, mas o goleiro Muriel voltou a aparecer bem e bloqueou o lançamento para o atacante tricolor.

De tanto insistir, o Inter chegou ao empate aos 39 minutos. Após passe de Sasha, Andrigo chutou, Diego Cavalieri deu rebote e Vitinho mostrou oportunismo para chegar antes dos zagueiros e deixar tudo igual. Aos 44 minutos, no último lance da partida, Felipe Amorim entrou pela direita e cruzou rasteiro, mas os atacantes tricolores não conseguiram chegar na bola.
FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE-RJ 2( 3 )X(2 ) 2 INTERNACIONAL-RS

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 23 de março de 2016 (Quarta-feira
Horário: 19h15(de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Rosnei Hoffmann Scherer (SC)
Cartão Amarelo: Wellington Silva(Flu); Anderson(Int)
Gols: FLUMINENSE: Osvaldo, aos 29 minutos do primeiro tempo e 15 minutos do segundo tempo; INTERNACIONAL: Vitinho, aos 24 minutos do primeiro tempo e 39 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre, Cícero, Gerson(Felipe Amorim) e Gustavo Scarpa; Osvaldo(Douglas) e Magno Alves(Marcos Junior)
Técnico: Levir Culpi
INTERNACIONAL: Muriel, William, Jackson, Ernando e Artur(Raphinha); Fabinho, Silva(Marquinhos), Anderson e Alex(Andrigo); Vitinho e Eduardo Sasha.
Técnico: Argel Fucks


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document