>
quinta-feira, 11 de agosto de 2022 - 12:48 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Rogério Corrêa analisa derrota do Voltaço para a Aparecidense-GO

Rogério Corrêa analisa derrota do Voltaço para a Aparecidense-GO

Matéria publicada em 27 de junho de 2022, 09:54 horas

 


Revés foi o primeiro do Esquadrão de Aço no Raulino nesta Série C

O Volta Redonda foi derrotado, por 3 a 0, pela Aparecidense-GO na noite desse domingo, dia 26, e conheceu a sua primeira derrota no Raulino de Oliveira pela Série C do Campeonato Brasileiro. Após o confronto, o técnico Rogério Corrêa analisou a partida e ressaltou que, após um primeiro tempo equilibrado, o time sentiu o gol sofrido no começo da segunda etapa.

– Derrota muito doída e sofrida. Estava um primeiro tempo equilibrado, sabíamos da proposta deles de buscar o contra-ataque, de ficar fechadinho e jogar por uma bola parada. Voltamos até bem para o segundo tempo, estávamos com um ímpeto bom, mas aí tomamos um gol em uma bola parada, onde nos deu um baquezinho. Logo depois, em um contra-ataque, surgiu o pênalti para eles. São circunstâncias de jogo. Não era, lógico, o que queríamos, mas sabíamos da qualidade do adversário, que estava vindo de duas vitórias, uma fora de casa também, e não tinha tomado gol. É um time que se propõe a marcar e buscar o contra-ataque e foi isso que aconteceu. Mérito deles por ter conseguido. Agora vamos em frente buscar nossos objetivos nos próximos jogos – analisou.

A semana tricolor será de pouco descanso e muitos jogos. O Esquadrão de Aço volta a campo na quarta-feira, dia 29, às 19h, no Raulino de Oliveira, para enfrentar o Macaé pela A2 do Campeonato Carioca. Já no sábado, dia 2, às 18h, o Voltaço visita o Confiança-SE no estádio Bastião.

– É uma loucura a nossa vida. Não é uma desculpa, porém a rotina que estamos vivendo é muito complicada. Semana passada teve dois dias que nem treinamos, devido as viagens e isso é muito desgastante. Não temos como qualificar o trabalho de um jogador de parte física ou de fundamentos e até treinar alguma situação. É tudo muito difícil. Não temos um grupo grande, não é fácil, mas as pessoas não querem saber nada disso, mas, sim, do resultado. Não procuram saber como é o processo, que é bem dificultoso – ressaltou o comandante tricolor, que ainda falou da importância de voltar a vencer e se recuperar nas competições.

– Agora vamos pensar e nos preparar forte para enfrentar o Macaé. Precisamos da vitória, precisamos voltar a vencer e a ficar bem nas competições. No final de semana temos o Confiança lá em Sergipe que é um outro jogo muito difícil para a gente e que precisamos vencer para seguirmos no pelotão que está brigando pelo G8 da Série C  – afirmou.

 

Reapresentação

O elenco tricolor se reapresentará na tarde desta segunda-feira, dia 27. Os atletas que jogaram mais de 60 minutos, realizarão um trabalho de recovery na sede do clube. Os demais jogadores do elenco, participarão de um treinamento técnico e tático no CT Oscar Cardoso.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Esse time do Voltaço na realidade é fraco. Se manter na Série C já será uma grande vitória, pois não sobe para a Série B com esses altos e baixos. Perder de goleada em pleno Raulino de Oliveira, para um time que estava lá embaixo na tabela é demais!!!

  2. Dragão do Voltaço

    Como o time caiu tanto de rendimento de um tempo pra outro? Em menos de 45 minutos sofreu uma goleada dolorosa em pleno Raulino de Oliveira. As constantes derrotas no estádio acabam por também afugentar os torcedores. Agora é se preparar pra enfrentar o Macaé, na quarta, que já tem estadual. E no sábado, o VR vai ter que se desdobrar pra conseguir vencer o Confiança, lá em Aracaju, e retornar ao G-8. Tarefa difícil, ante os anos difíceis que o Volta Redonda vem vivendo.

    Já está na série C há 6 anos e nunca nem conseguiu chegar à segunda fase, algumas vezes até lutando contra o rebaixamento. Isso é pensar alto? Isso é um atraso para o Volta Redonda. Isso parece até que já se tornou um carma, porque é sempre a mesma situação, ela não muda. Incrível!!!! Não dá mais pra ficar assim. Já tá na hora do tricolor de aço começar a adotar nova filosofia não só de trabalho mas também de conduta. É o time pensar no clube tanto dentro quanto fora dos treinamentos. Esse deve ser o pensamento!!!!

  3. Poderia ter evitado essa maratona de jogos se não tivesse sido rebaixado no carioca…..agora vai ter que dar conta de subir novamente e não cair na série C

Untitled Document