quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Romário volta a questionar convocações da Seleção

Romário volta a questionar convocações da Seleção

Matéria publicada em 29 de setembro de 2015, 16:49 horas

 


Brasília – Nesta segunda-feira, durante o programa “Bem Amigos”, do Sportv, o coordenador da Seleção Brasileira Gilmar Rinaldi desafiou o senador Romário a abrir mão de sua imunidade parlamentar e revelar suas contas publicamente. Em resposta, nesta terça, o Baixinho escreveu um longo texto em sua página oficial do Facebook, onde diz que Gilmar só está no cargo em que ocupa por ter sido indicado, além de chamá-lo de “jogador e empresário medíocre”.

“Gilmar Rinaldi tem que se colocar no lugar dele. Sou senador da República, legitimado por quase cinco milhões de pessoas, enquanto ele foi indicado para um cargo em uma entidade corrupta depois de ter sido um jogador e empresário medíocre. Ele só ocupa o cargo de coordenador da Seleção porque foi indicado por pessoas como José Maria Marin, que está preso na Suíça, e Marco Polo Del Nero, outro alvo do FBI. Ele tem que desafiar seus iguais, pessoas iguais a ele”, disse o campeão da Copa do Mundo de 1994, em parte do texto.

O desafio de Gilmar Rinaldi foi motivado pelas declarações de Romário, semana passada, ao jornal “Gazzetta dello Sport”. Ao periódico italiano, o Baixinho disse que “há interesses por trás das convocações da Seleção Brasileira”.

“Os problemas são refletidos nas convocações. Dunga é meu amigo, mas não é a sua hora. Não se convoca mais os melhores, há interesses por trás. O diretor é Gilmar Rinaldi, que, até um dia antes de sua nomeação, era um agente de jogadores. Uma provocação! Você viu a convocação? Todos pertencem aos empresários que lucram com convocações. É evidente para todos”, disse o ex-atleta.

A resposta veio na segunda-feira, quando Rinaldi disse que exporia suas contas desde que Romário fizesse o mesmo e abrisse mão de sua imunidade parlamentar. Gilmar também garantiu que irá processar o ex-atacante.

“Realmente a gente ficou surpreso com o que ele falou, mas vamos fazer uma ação judicial. Estamos estudando como, porque ele tem imunidade, é senador. Os advogados estão estudando como se faz isso. Ele é senador, tem imunidade parlamentar, por que não abre mão da imunidade a abre as contas dele? Eu abro, se ele fizer eu abro, abro meu sigilo bancário, telefone, tudo, das minhas contas no exterior abro também, que são regulares e estão no Banco Central. É simples. Falar é uma coisa, numa tribuna protegido por uma imunidade, aí é muito fácil. Eu falo aqui no programa, e estou à disposição”, desafiou Gilmar em entrevista ao programa “Bem Amigos”.

Como resposta, o Baixinho disse que “imunidade parlamentar não tem nenhuma relação com a abertura do seu sigilo bancário” e ainda lembrou que “Deputados e Senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos” – em referência ao artigo 53 da Constituição.

A nota seguiu assim:

“Na última semana, concedi uma entrevista ao jornal italiano Gazetta Dello Sport. Fiz duras críticas à convocação de jogadores na Seleção e mantenho minha posição. As convocações têm sido motivadas por forte interesse financeiro.

Estão me pedindo provas, não preciso ir muito longe, o jornal O Estado de S. Paulo tornou público um contrato da CBF com a empresa a ISE, para a realização de amistosos da Seleção Brasileira. Está explícito no contrato que a lista de jogadores convocados atende a critérios estabelecidos pelos parceiros comerciais e qualquer substituição precisa ser realizada em “mútuo acordo” entre CBF e empresários. O contrato deixa claro: o jogador que substituir um “titular” precisa ter o mesmo “valor de marketing” do substituído.

Onde ficam os critérios técnicos?

Quem define quais jogadores convocados? O técnico ou os parceiros comerciais?

Sobre Gilmar Rinaldi, tenho todo direito de afirmar que ele não deveria ocupar o cargo de coordenador da Seleção Brasileira. Até um dia antes dele ser anunciado para a função, Gilmar Rinaldi era empresário de jogador de futebol. Não acredito na isenção dele para o cargo. Ontem, em um programa de TV, ele afirmou que abriria o sigilo bancário dele se eu abrisse mão da minha “imunidade parlamentar” e abrisse minhas contas. Cabe esclarecer diante da total ignorância deste senhor sobre a imunidade parlamentar. A Constituição Brasileira preconiza em seu artigo Art. 53:

“Os Deputados e Senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos”. Ou seja, imunidade parlamentar não tem nenhuma relação com a abertura do meu sigilo bancário. Sobre mim não pesa nenhuma suspeita.

Gilmar Rinaldi tem que se colocar no lugar dele. Sou senador da República, legitimado por quase 5 milhões de pessoas, enquanto ele foi indicado para um cargo em uma entidade corrupta depois de ter sido um jogador e empresário medíocre. Ele só ocupa o cargo de coordenador da seleção porque foi indicado por pessoas como José Maria Marin, que está preso na Suíça, e Marco Polo Del Nero, outro alvo do FBI. Ele tem que desafiar seus iguais, pessoas iguais a ele”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    …é para chorar! de um lado uma entidade manifestamente corrupta, com um treinador (???) “vamo que vamo” e do outro lado um senador (!!!) “expeeeeerto” que teve um apartamento de cobertura expropriado, em razão da sua “expeeeerteza”. quer saber? nós estamos ferrados!

  2. Avatar

    Eu quero mais que o técnico anão e seu time de “indicados” se lasque. Vão perder as Eliminatórias e só não ficarão fora da Copa pela primeira vez na História por que no final vão pegar uma seleção de beduínos lá do deserto e fazer um jogo lá e outro aqui. Mas na Copa na Rússia, seremos saco de porrada dos gringos.
    Esta geração é ruim mesmo e não vai ganhar nada. O anão não tem referencias como técnico em clubes, onde o bicho pega. O Gilmar Rinaldi é empresário de jogadores e está cagando e andando para o lance. A direção da CBF, um está preso na Suíça em vias de ser mandado para os EUA e o outro está aqui cagando nas calças, não sai do país com medo de ser preso pelo FBI. E além disso o 7×1 da Alemanha e os 3 x 0 da Holanda e agora ser desclassificado da Copa América pelo Paraguai (eu disse Paraguai), é o divisor de águas que nos coloca ladeira abaixo.
    E os jogadores não estão nem aí, pois após os vexames, pegam o avião e voltam para a Europa, com os bolsos cheios de $$$, sem ter que olhar no olho o torcedor brasileiro. O prinipal astro da Seleção, Neymar Júnior, enrolado com o Fisco por sonegação. Péssimo exemplo!!!
    E para fechar, o país nesta recessão braba, desemprego para muitos profissionais “top” de linha, políticos roubando cada vez mais, governo sem controle, enfim, nada nos induz a torcer por este timeco do Dunga.

  3. Avatar

    SOU ROMARIO FUTEBOL CLUBE…

    SELEÇÃO MEDIOCRE…ALGUEM JA VIU A CHAMADA NA TELEVISÃO PARA OS JOGOS?

    RIDICULO ALGUEM AVISE A REDE DE TELEVISAO DETENTORA DOS DIREITOS QUE

    O POVO TA CAGANDO P ESSA SELEÇÃO DEPOIS DA COPA E QUE NINGUEM ENGOLE

    AQUELE NARRADOR QUERENDO CAUSAR EMOÇÃO E EXPECTATIVAS.

    LAVA JATO, DESEMPREGO, SAUDE AS TRAÇAS E IMPEACHMENT….TEMOS MUITO PARA LUTAR!!!!

Untitled Document