segunda-feira, 6 de dezembro de 2021 - 18:02 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Ronaldinho divide o Fluminense e derruba time no Brasileiro

Ronaldinho divide o Fluminense e derruba time no Brasileiro

Matéria publicada em 11 de setembro de 2015, 17:25 horas

 


Queda: Rendimento do |Fluminense despencou após chegada de Ronaldinho (Foto: Arquivo)

Queda: Rendimento do |Fluminense despencou após chegada de Ronaldinho (Foto: Arquivo)

Rio – A queda de rendimento do Fluminense no Campeonato Brasileiro coincide com um fato e isso os números deixam evidente. Trata-se da chegada de Ronaldinho Gaúcho ao clube. Desde que o apoiador foi apresentado como principal reforço para o segundo semestre o desempenho dentro das quatro linhas deixou a desejar, principalmente em termos de Campeonato Brasileiro. A presença do jogador nas Laranjeiras tem gerado uma divisão muito grande. De um lado o presidente Peter Siemsen, principal mentor da chegada do craque. Do outro lado o técnico Enderson Moreira e os demais jogadores, irritados com a suposta falta de profissionalismo do atleta.

A história de Ronaldinho Gaúcho no Fluminense começou em 19 de julho, quando ele foi apresentado em clima de festa antes do clássico contra o Vasco. A ideia soou como uma provocação de Peter ao inimigo político Eurico Miranda, que chegou a dar a chegada do craque a São Januário como certa. O que se viu em campo foi o triunfo dos vascaínos por 2 a 1. Pelo mesmo placar o Tricolor perdeu o jogo seguinte para a Chapecoense.

A estreia de Ronaldinho Gaúcho aconteceu em 1 de agosto, na vitória de 1 a 0 sobre o Grêmio. O craque teve bom desempenho, gerando expectativas, frustradas em seguida. Do dia do jogo contra o Vasco até o empate por 1 a 1 com o Coritiba na quarta-feira passada o Fluminense jogou nove vezes pelo Brasileirão. E sob o efeito Ronaldinho venceu apenas duas vezes, empatou uma e foi derrotado em seis ocasiões.

Antes de Ronaldinho foram 15 partidas, com oito vitórias, três empates e apenas quatro derrotas, Ou seja, dos dez triunfos do time na competição, oito foram antes da apresentação do craque. Já das dez derrotas, seis aconteceram na Era Ronaldinho.

Afastado do time por conta de uma amigdalite, o apoiador esteve no treino comandado nesta manhã de sexta-feira pelo auxiliar Marcão. O grupo principal está em Pernambuco, onde no domingo o time enfrenta o Sport, às 18h30(de Brasília, pela 25ª rodada.

Os próximos dias deverão ser decisivos para ver quem vai vencer essa queda de braço. O artilheiro Fred, recuperado de lesão na coxa esquerda, volta ao time e deverá se esforçar para mostrar que o time rende melhor sem Ronaldinho e para garantir o emprego de Enderson. Antes do clássico contra o Flamengo o atacante, que ficou no banco, fez uma preleção avisando que os que não estivessem dispostos a ajudar deixassem o grupo. Pouco depois, por conta da amigdalite, Ronaldinho deixou o estádio, gerando profunda irritação. Enderson, por sua vez, já não vê o craque como titular.

Do outro lado Peter tenta salvar a contratação que fez e mostrar que ele é um bom investimento, algo que só pode ser visto sob a esfera do Marketing, uma vez que dentro de campo o peso de Ronaldinho tem derrubado mais do que ajudado o Tricolor.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. A maioria das “estrelas” do futebol brasileiro é composta de jogadores muito manhosos, pouco profissionais e “chorões”. Ganham salários muito acima da realidade econômica do país, não respeitam os torcedores que ainda insistem em acompanhar os seus times e via de regra estão sempre resmungando, reclamando ou fazendo coisas do gênero.

  2. Ronaldinho ou enganaldinho?????

  3. FRED TE CUIDA ELE ESTA TE DANDO BOLADA NAS COSTAS.

Untitled Document