quinta-feira, 4 de junho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Ronaldinho Gaúcho e irmão vão ficar em prisão domiciliar no Paraguai

Ronaldinho Gaúcho e irmão vão ficar em prisão domiciliar no Paraguai

Matéria publicada em 8 de abril de 2020, 17:02 horas

 


São Paulo – O ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho e seu irmão e empresário, Roberto de Assis Moreira, já estão fora do presídio da Agrupacion Especializada, quartel da Polícia Nacional do Paraguai. A dupla brasileira passou os últimos 32 dias em uma cadeia.
Ronaldinho e Assis conseguiram a mudança do regime para prisão domiciliar e vão viver em um hotel na capital do país vizinho, com custódia policial permanente, enquanto aguardam uma decisão definitiva sobre o processo que respondem por terem entrado no Paraguai com documentos adulterados no início de março.
O juiz Gustavo Amarilla foi o responsável pela ordem de alteração do regime de prisão dos brasileiros, que já tinham tido três recursos negados no processo. O ex-jogador de times como Barcelona, Grêmio e Atlético Mineiro e o irmão ofereceram uma caução de US$ 1,6 milhão. O valor foi pago como garantia de que os dois não irão fugir. Se isso ocorrer, o valor será resgatado pela Justiça local.

Audiência: Dupla terá hotel como residência na capital paraguaia (Foto: ABr)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Ronaldinho é a cara do Flamengo…ele poderia voltar a fazer parte dessa mulambada .
    .

  2. Avatar

    Ronaldinho é a cara do Flamengo….podia voltar a fazer parte dessa mulambada.

  3. Avatar

    Embaixador do governo Bolsonaro preso no Paraguai por falsificação….que vergonha de ser brasileiro neste momento

  4. Avatar

    Essa matéria deveria ser publicada na pagina policial não na de esporte. Ele cometeu crime, não fez gol de placa, não.

Untitled Document