>
quarta-feira, 6 de julho de 2022 - 23:13 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Santos reage e empata com o Fla

Santos reage e empata com o Fla

Matéria publicada em 2 de agosto de 2015, 19:41 horas

 


Torcida viu o rubro-negro abrir 2 a 0 na primeira etapa, mas Peixe calou o Maracanã

foto guerrero

Bom começo: Guerrero ajudou o Flamengo a conseguir vantagem no primeiro tempo, mas o Santos reagiu na segunda etapa

Rio –  Mais de 60 mil pessoas compareceram na tarde de domingo no Maracanã, mas acabaram saindo frustradas. Depois de abrir 2 a 0 no primeiro tempo e desperdiçar várias chances, o Flamengo viu o Santos crescer de rendimento no segundo tempo e alcançar o empate.

O resultado de 2 a 2 fez a equipe da Gávea chegar aos 20 pontos ganhos e ocupar a 11ª posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O Santos segue em situação difícil. O clube de Vila Belmiro soma 17 pontos na 15ª colocação.

O placar acabou fazendo justiça ao desempenho das duas equipes. O Flamengo foi bem melhor no primeiro tempo – quando marcaram Alan Patrick e Emerson Sheik. O Santos voltou melhor do intervalo. Ricardo Oliveira e Lucas Lima deixaram tudo igual.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar a Ponte Preta, em Campinas. O Santos vai receber o Coritiba, na Vila Belmiro.

 

O jogo

 

O Flamengo começou no ataque e o goleiro Vanderlei errou sua primeira saída de bola. Emerson Sheik acabou ficando com o rebote e arriscou, de fora da área, mas a bola saiu, sem levar perigo. Apoiado por uma grande e entusiasmada torcida, o time rubro-negro marcava em cima e não permitia que o Santos tivesse tranquilidade para sair jogando.

Aos cinco minutos, Emerson lançou Guerrero, que concluiu fraco, mas o goleiro Vanderlei, muito nervoso, quase deixou a bola escapar. Dois minutos depois, foi a vez de Márcio Araújo se lançar ao ataque e enfiar para Emerson, mas o zagueiro Werley bloqueou a conclusão do atacante, desviando para escanteio.

Só aos oito minutos é que o Santos chegou à área carioca, e com grande perigo. Ricardo Oliveira se livrou de Wallace e tocou para Gabriel, livre na área, mas Paulo Victor fez grande defesa, impedindo o primeiro gol do Peixe.

Depois dessa jogada, a equipe paulista começou a se soltar dentro do gramado, mas o Flamengo seguia com mais posse de bola. Aos 15 minutos, o lateral esquerdo Zeca falhou e Everton lançou Emerson na área, mas a marcação santista impediu a conclusão do Sheik.

O time dirigido por Cristovão Borges seguiu controlando as ações da partida, enquanto o Santos continuou preocupado em marcar o adversário. Aos 24 minutos, Everton ganhou de Gustavo Henrique e cruzou para Guerrero, mas o peruano não conseguiu alcançar a bola.

O domínio do Flamengo era absoluto. Aos 33, foi a vez de o volante Canteros receber de Pará, na área, e bater com categoria, dando mais um susto no goleiro Vanderlei.

O Santos não conseguia sair da defesa e o Flamengo pressionava cada vez em busca do primeiro gol. O que conseguiu, aos 39 minutos, por meio de Alan Patrick. O meia recebeu de Everton, deslocou-se da ponta para o meio e mandou a bomba, sem qualquer chance de defesa para Vanderlei.

Dois minutos depois, a equipe carioca ampliou. Canteros lançou para Emerson Sheik nas costas da zaga. O atacante avançou e tocou na saída do goleiro santista. Por comemorar com a torcida, o Sheik foi advertido com o cartão amarelo.

No intervalo, até a lutadora Ronda Rousey, vencedora na noite anterior do duelo promovido pelo UFC, apareceu nos camarotes com a camisa rubro-negra e foi muito festejada pelo público.

O Santos voltou para o segundo tempo com o meia Marquinhos Gabriel no lugar do volante Paulo Ricardo, tentativa do técnico Dorival Júnior de aumentar o poder ofensivo da equipe.

E, logo aos sete minutos, o Peixe marcou o primeiro gol. Lucas Lima bateu escanteio e Ricardo Oliveira se aproveitou da desatenção da zaga carioca para cabecear e colocar nas redes de Paulo Victor.

O Flamengo ficou desnorteado com a nova postura da equipe paulista e quase sofreu o gol do empate, aos 11 minutos, quando Victor Ferraz foi lançado por Marquinhos Gabriel, invadiu a área e chutou, mas Paulo Victor fez grande defesa, mantendo a vantagem da sua equipe.

Só depois dos 15 minutos é que o Flamengo voltou a equilibrar as ações. E Paolo Guerrero, muito discreto, apareceu em uma cabeçada que não levou perigo para o gol de Vanderlei. Logo depois, o atacante peruano se livrou da marcação e bateu com perigo.

Aos 20 minutos, Lucas Lima recebeu falta dura de Wallace. O meia bateu colocado e Paulo Victor defendeu, sem dificuldades.

Preocupado com a queda de rendimento da equipe, Cristovão tirou Alan Patrick e colocou Gabriel.

Aos 26 minutos, o Santos, que jogava bem melhor, marcou o gol do empate com Lucas Lima. O meia ficou com sobra na entrada da área e chutou no ângulo. Paulo Victor ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar que ela entrasse.

A torcida silenciou e o Flamengo tentou partir para o desempate. Emerson fez bom lançamento para Guerrero, que tropeçou nas próprias pernas e acabou não conseguindo a conclusão.

Nos acréscimos, o Flamengo pressionou intensamente, mas o goleiro Vanderlei apareceu bem em duas oportunidades e garantiu o empate.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document