>
domingo, 14 de agosto de 2022 - 22:41 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Seleção desembarca em Santiago para iniciar Eliminatórias

Seleção desembarca em Santiago para iniciar Eliminatórias

Matéria publicada em 5 de outubro de 2015, 17:43 horas

 


Equipe comandada por Dunga se prepara para estreia nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018

Chegando: Daniel Alves foi muito assediado durante o desembarque da seleção brasileira (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Chegando: Daniel Alves foi muito assediado durante o desembarque da seleção (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)


Santiago, Chile – 
O sorteio não ajudou, e a estreia brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 é duríssima. Mas o debute em visita ao Chile, campeão da Copa América, é visto mais como um desafio do que um infortúnio de calendário. A Seleção desembarca em território adversário tentando impor respeito.

A grande maioria da comissão técnica chegou calada ao hotel que hospeda o time canarinho, em Santiago. Só quem falou foi o ex-lateral Cafu, que é auxiliar pontual de Dunga, e prometeu que a camisa amarelinha vai pesar no confronto do Estádio Nacional.

– O Chile fez uma Copa América fantástica, é um time que vem em ascensão muito grande, mas Brasil é Brasil. É pentacampeão do mundo, o Chile tem que nos respeitar -, discursa o ex-jogador, que celebrou a oportunidade de estar próximo do time verde-amarelo novamente.

– Estar na Seleção é sempre bom. Dessa vez, estou como convidado e é sempre um prazer estar aqui ajudando meu país de uma maneira ou de outra -, declarou o ex-capitão do Brasil à.

Cafu será o sucessor do também pentacampeão Edmílson, auxiliar pontual nos últimos amistosos disputados nos Estados Unidos. O ex-lateral adotou postura otimista quanto à disputa das Eliminatórias.

– A expectativa é que o Brasil se classifique, sem dúvida nenhuma. Sabemos que as Eliminatórias são difíceis, mas temos uma perspectiva muito boa, porque temos uma ótima seleção -, acrescentou ele.

Dentro de campo, porém, os convocados parecem perceber que a conversa não é exatamente essa. O atacante Hulk vislumbra muita catimba por parte dos adversários, e dá a receita para encarar a Roja fora de casa.

– Tem que entrar (na partida) com tudo -, adianta.

– Estamos cientes de que não será fácil, que vai ter que tomar trombada e encarar. Vamos fazer nosso melhor para sair daqui com a vitória -, promete, admitindo ainda o favoritismo do Chile para o confronto desta quinta-feira.

– Digamos que sim. Se olharmos quem ganhou a Copa América, que foi a última competição oficial, foi o Chile -, raciocina.

– Eles estão motivados e empolgados com o título, mas temos que fazer nosso trabalho -, pondera Hulk, que luta por vaga no concorrido setor ofensivo canarinho.

O desafio é tratado como complicadíssimo.
– É um dos grandes momentos da seleção chilena, mas cada jogo tem uma história diferente. Estamos confiantes em fazermos um grande trabalho e estrearmos com o pé direito -, espera o lateral Dani Alves.

RECUSA DE RAFINHA

Convocado na vaga que originalmente seria de Rafinha, Daniel Alves acabou beneficiado pela recusa do lateral direito do Bayern de Munique, que preferiu não defender a Seleção Brasileira. Chegando ao hotel que hospeda o time canarinho em Santiago, o jogador do Barcelona preferiu não falar sobre a opção do compatriota.

– São situações em que cada um tem que saber da sua vida, cada um tem que controlar. A decisão dele foi essa, e temos que respeitar -, discursou Dani Alves, comparando a opção de Rafinha com as escolhas feitas por um técnico.

– Quando você não é convocado, tem que respeitar a situação dos comandantes. Quando toma decisão de não vir, precisa ser respeitado também. O Rafinha não deixa de ser grande jogador e grande pessoa por isso -, defende o lateral direito, que mesmo sem o concorrente não se considera titular absoluto.

– Não acredito que eu seja dono da posição, sou só mais um aqui dentro e tento ajudar.

Daniel Alves disputa vaga na lateral com Fabinho, do Monaco. A definição de quem assume a titularidade será tomada nos três treinos que antecedem a estreia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

A estreia canarinha está marcada para a próxima quinta-feira, contra o Chile, no Estádio Nacional, às 20h30 (de Brasília). Já no dia 13 de outubro, o Brasil tem compromisso marcado com a Venezuela na Arena Castelão, em Fortaleza, às 22 horas (de Brasília).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document