domingo, 23 de janeiro de 2022 - 02:51 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Série B: Botafogo perde invencibilidade em jogo de seis gols em Macaé

Série B: Botafogo perde invencibilidade em jogo de seis gols em Macaé

Matéria publicada em 28 de junho de 2015, 07:24 horas

 


Macaé – Líder invicto da Série B, o Botafogo foi a Macaé na tarde deste sábado e acabou surpreendido pela equipe do Norte Fluminense. Num jogo de seis gols, o Macaé saiu vencedor por 4 a 2, com Anselmo (2) e Pipico (2) convertendo. Daniel Carvalho e Roger Carvalho descontaram para o Botafogo.

Mesmo com a derrota, o Botafogo segue líder da competição, após nove rodadas, com 20 pontos, mas agora está mais ameaçado por Paysandu (19), Bahia e Náutico (18). O Macaé volta a vencer após duas derrotas seguidas e sobiu para a sétima colocação, com 16 pontos.

Na próxima rodada, o alvinegro defende a liderança na sexta-feira, em casa, contra o Sampaio Corrêa. Já o Macaé visita o ABC em Natal, no sábado.

O Jogo – Botafogo e Macé fizeram um primeiro tempo fraco tecnicamente, mas movimentado. O Alvinegro até começou com mais iniciativa e volume de jogo, mas a aplicação dos jogadores da casa e as falhas do sistema defensivo do Fogão acabaram por criar uma situação surpreendente.

Com pouco mais de trinta minutos de jogo, o Macaé já vencia por 3 a 0, e teve oportunidade de ampliar antes do intervalo.

A primeira chagada com perigo do Macaé foi aos 11. Anselmo recebeu na direita, se aproximou da área e arriscou um chute cruzado. Renan voou e, com a ponta dos dedos, mandou pela linha de fundo.

O Botafogo respondeu aos 14. Luis Recardo roubou uma bola em seu campo e partiu em velocidade. O lateral foi deixando todo mundo para trás e rolou para Bil, que, próximo à meia-lua da área, fez o giro e acertou chute rasteiro no canto esquerdo de Fernando Ribeiro. O goleiro do Macaé estava atento e fez a defesa.

Aos 18, o Macaé abriu o placar. Marquinho recebeu na ponta direita e levantou na área. Anselmo entrou pelo meio, entre os zagueiros do Bota, e resvalou de cabeça acertando o cantinho de Renan, que nada pode fazer.

O gol deixou o Botafogo atordoado, e o segundo veio cinco minutos depois, novamente em jogada pelo setor direito de ataque e com a mesma dupla de atores. Marquinho bate Luis Ricardo, vai a linha de fundo e cruza. Anselmo apareceu na linha da pequena área e cabeceou para marcar.

No minuto seguinte, o que seria o terceiro gol do Macaé foi anulado. O atacante Pipico, que aproveitou um rebote de Renan, estava impedido no lance.

Depois de uma chance do Bota numa falta cobrada por Pimpão, defendida por Fernando Ribeiro, o Macaé ampliou aos 32. Juninho fez grande lançamento para Henrique na direita, o lateral avançou e cruzou no segundo pau para Pipico tocar de cabeça para às redes.

Antes do apito final do primeiro tempo, ainda foram duas chances de gol, uma para cada lado. O Macaé esteve perto do quarto aos 37, em cabeçada de Filipe Machado que Renan defendeu. O Bota respondeu também de cabeça com Gilberto, mas Fernando Ribeiro fez grande defesa e impediu o gol.

Após o intervalo, as duas equipes voltaram com suas posturas bastante modificadas. O Macaé recuou a marcação e permitiu ao Botafogo, mais organizado em campo, pressionar e iniciar uma reação.

Jogando em velocidade, o Fogão chegou ao gol logo aos 11. Em bela jogada, Daniel Carvalho recebeu próximo da área, passou por dois e acertou o canto esquerdo de Fernando ribeiro para marcar um golaço.

O gol animou o líder da Série B, que quatro minutos depois marcou o segundo. Daniel Carvalho cobrou uma falta da intermediária, próximo à linha lateral esquerda e levantou na área. A bola viajou sem ser tocada até o goleiro, mas Fernando Ribeiro bobeou ao rebater mal e Roger Carvalho cabeceou para dentro.

O segundo gol incendiou o jogo, e o Botafogo e sua torcida ficaram confiantes na virada. Mas faltou combinar com o Macaé, e aos 26, Diego Corrês levantou na área, Anselmo subiu com Renan e a bola sobrou para Pipico empurrar para o barbante.

O quarto gol não fez o Botafogo desistir, mas a partir daí o alvinegro se desorganizou e bsucou o gol mais na base do desespero. A reação ficou mais difícil aos 39, quando o lateral Gilberto foi expulso por entrada dura por trás no adversário.

FICHA TÉCNICA
MACAÉ-RJ 4 X 2 BOTAFOGO-RJ

Local: Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ)
Data: 27 de junho de 2015 (Sábado)
Horário: 16h30(de Brasília)
Renda: R$ 85.710,00
Público: 4.828 pagantes (5.472 presentes)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)
Cartões amarelos: Marquinho, Diego, Dos Santos (Macaé); Juninho, Willian Arão, Vinícius Tanque, Rodrigo Pimpão, Roger Carvalho (Bota)
Cartão vermelho: Gilberto (Bota)

Gols:
MACAÉ: Anselmo, aos 18 e 23, e Pipico, aos 32 min do 1º tempo, e Pipico, aos 26 do 2º tempo
BOTAFOGO: Daniel Carvalho, aos 11, Roger Carvalho, aos 15 min do 2º tempo

MACAÉ: Fernando Ribeiro, Henrique (Max), Filipe Machado, Douglas Assis e Diego; Thiago Cardoso, Juninho, Dos Santos e Marquinho (Fernando Santos); Pipico e Anselmo
Técnico: Marcelo Cabo

BOTAFOGO: Renan, Gilberto, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Luis Ricardo; Andreazzi, Willian Arão, Fernandes (Lulinha) e Diego Jardel (Daniel Carvalho); Rodrigo Pimpão e Bill (Vinícius Tanque)
Técnico: René Simões


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document