>
sexta-feira, 27 de maio de 2022 - 09:15 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Tite não descarta volta do goleiro Jefferson

Tite não descarta volta do goleiro Jefferson

Matéria publicada em 17 de julho de 2016, 18:57 horas

 


Jefferson pode voltar a vestir a amarelinha

Jefferson pode voltar a vestir a amarelinha (Vitor Silva/SSPress)

Rio – O técnico Tite marcou presença em mais uma partida deste Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, o treinador da Seleção Brasileira acompanhou o empate por 3 a 3 entre Flamengo e Botafogo e demonstrou estar atento ao goleiro Jefferson.

– Conversei com os treinadores e sei que ele deve voltar em dez dias. Estou acompanhando todos, inclusive o Jefferson -, declarou o comandante, ciente de que o atleta está se recuperando de lesão.
Jefferson, que não atuou neste sábado, chegou a ser titular da Seleção Brasileira no início da segunda passagem de Dunga, mas acabou perdendo espaço em seguida, vendo Alisson assumir a meta.
Tite, agora, avalia qual será seu goleiro titular. Antes de demonstrar atenção ao botafoguense, o treinador admitiu no começo da semana que poderia convocar o palmeirense Fernando Prass, que, inclusive, foi chamado por Rogério Micale para defender o Brasil nas Olimpíadas.

Ao assistir ao clássico deste sábado, na Arena Botafogo, o treinador da Seleção ganhou uma camisa do clube alvinegro, entregue pelo presidente Carlos Eduardo Pereira, e também uma do Flamengo.

Diego Costa

Após uma temporada de baixo rendimento no Chelsea, Diego Costa parece não ver mais motivos para permanecer no clube. De acordo com a rede de televisão Cuatro, o jogador entrou com um pedido formal à diretoria da equipe londrina para ser transferido de volta para o Atletico de Madrid.

Segundo o veículo espanhol, o centroavante hispano-brasileiro utilizou de um recurso que existe somente no Campeonato Inglês para se desligar dos Blues, o ‘Transfer Request’. Desde o fim da temporada, seu nome vem sendo ventilado nos colchoneros – o próprio técnico Diego Simeone já disse que gostaria de contar com os serviços do atleta.

Além do 2015/2016 para ser esquecido, com atuações que também se explicam pelo desempenho do elenco londrino durante grande parte da Premier Legaue – o Chelsea terminou no 10º lugar e chegou, inclusive a namorar com a zona de rebaixamento – outro fator que pode impulsionar a saída do centroavante seria a chegada do novo treinador. De acordo com os rumores da imprensa europeia, Antonio Conte, que dirigiu seleção italiana durante a Eurocopa, estaria em busca de um novo camisa 9.

Desde que chegou à Londres, em 2014, Costa passou por altos e baixos; foi um dos pilares de José Mourinho, na conquista do título inglês, na temporada 2014-15, marcando 20 gols em 26 jogos pela competição, mas viu o nível de suas apresentações diminuir e permeou muitas de suas aparições com cenas de indisciplina e violência com os oponentes.

Já no Atletico, o jogador teve uma bela passagem; em 96 partidas entre 2012 e 2014, marcou 56 gols e foi crucial na campanha do vice-campeonato da Liga dos Campeões.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document
close