segunda-feira, 6 de dezembro de 2021 - 17:39 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco bate Atlético-GO, ganha a terceira seguida e sonha com G-6

Vasco bate Atlético-GO, ganha a terceira seguida e sonha com G-6

Matéria publicada em 18 de outubro de 2017, 22:29 horas

 


Cruzmaltino chega aos 42 pontos e encosta na zona de classificação para a Libertadores

Goiânia – O Vasco conseguiu a sua terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro na noite de ontem, quando derrotou o Atlético-GO por 1 a 0 no Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), na abertura da 29ª rodada. Jonathan, contra, marcou ainda no primeiro tempo o único gol do confronto. Com este resultado, o time carioca chegou aos 42 pontos, finalmente encostando na zona de classificação para a próxima Copa Libertadores. Já o Dragão segue o seu calvário, estacionado com 26 pontos, afundado na lanterna e cada vez mais próximo do rebaixamento.

Primeiro tempo

O primeiro tempo foi muito movimentado, com as duas equipes buscando opções ofensivas. O Vasco, porém, teve mais ímpeto no início. O primeiro lance de perigo aconteceu aos dez minutos. Nenê cobrou escanteio, Anderson Martins desviou de cabeça e o goleiro Marcos socou a bola antes do complemento de Bruno Paulista. Três minutos depois, Yago Pikachu tabelou com Nenê, invadiu a área e chutou para a defesa do arqueiro goiano.

Aos poucos o Atlético foi conseguindo equilibrar as ações, mas assustou pela primeira vez somente aos 19 minutos, quando Luiz Fernando recebeu passe de Andrigo e chutou para boa defesa de Martín Silva.

Quando a partida estava equilibrada o Vasco acabou “ganhando” um gol aos 29 minutos. Andrés Ríos foi lançado pela direita, cruzou rasteiro, Eduardo Bauermann ficou indeciso no corte e Jonathan acabou jogando contra o próprio gol, abrindo o placar.

O Dragão sentiu o golpe e o Vasco por muito pouco não ampliou aos 38 minutos, quando Ramon cruzou e Pikachu cabeceou para a defesa do goleiro. Dois minutos depois o vilão virou herói e Jonathan evitou o segundo gol cruzmaltino. Madson cruzou rasteiro, Mateus Vital chegou livre para concluir e o lateral salvou o gol com Marcos já batido no lance.

Segundo tempo

Na volta para o segundo tempo o Atlético decidiu “alugar” o campo vascaíno e por muito pouco não empatou aos três minutos. Andrigo avançou pela direita, chutou forte e Martín Silva cedeu escanteio. Cinco minutos depois, Niltinho aproveitou rebote na entrada da área e chutou forte para outra boa participação do goleiro da seleção uruguaia.

O Vasco tentou responder aos 12 minutos, quando Ríos arriscou de fora da área e o goleiro pegou.

Ao longo da maior parte da segunda etapa o que se viu foi um Atlético tentando pressionar, mas sem nenhuma criatividade, alçando bolas na área carioca. O Vasco, por sua vez, tinha sérias dificuldades de puxar os contra-ataques devido ao excessivo número de passes errados.

Aos 34 minutos a situação do Vasco ficou bem mais tranquila porque Niltinho foi expulso por dar uma entrada violenta em Madson, que tentava puxar um contra-ataque. Os espaços então começaram a surgir e aos 42 minutos Ramon quase ampliou em um chute cruzado, defendido por Marcos. Depois disso o Vasco conseguiu administrar o placar até o apito final.

O Vasco volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no sábado, às 17h, quando recebe o Coritiba no Maracanã, no Rio de Janeiro. Já o Atlético, no domingo, às 17h, visita o Santos na Vila Belmiro, em Santos (SP).

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 0 X 1 VASCO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 18 de outubro de 2018 (Quarta-feira)
Horário: 19h30
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fabio Pereira (TO)
Renda e público: não disponíveis
Cartões amarelos: André Castro e Andrigo (Atlético-GO) e Bruno Paulista e Yago Pikachu (Vasco)
Cartões vermelhos: Niltinho (Atlético)
Gols:
VASCO: Jonathan, contra, aos 29 minutos do 1º Tempo

ATLÉTICO-GO: Marcos, Jonathan, Gilvan, Eduardo Bauermann e Bruno Pacheco; André Castro, Paulinho (Niltinho) , Andrigo (Diego Rosa), Jorginho e Luiz Fernando; Walter (Alison)
Técnico: João Paulo Sanches
VASCO: Martín Silva, Madson, Anderson Martins (Paulão), Breno e Ramon; Bruno Paulista (Andrey), Wellington, Mateus Vital (Paulo Vitor), Nenê e Yago Pikachu; Andrés Rios
Técnico: Zé Ricardo


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document