domingo, 19 de setembro de 2021 - 01:55 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco bate Náutico e segue na frente pela Série B

Vasco bate Náutico e segue na frente pela Série B

Matéria publicada em 14 de junho de 2016, 21:14 horas

 


Andrezinho comemora o gol que abriu as portas para vitória

Andrezinho comemora o gol que abriu as portas para vitória

Rio – O Vasco manteve a liderança do Campeonato Brasileiro da série B ao derrotar o Náutico por 3 a 2, em partida disputada na noite desta terça-feira, em São Januário. O resultado fez a equipe carioca se reabilitar da derrota sofrida na rodada passada e chegar aos 22 pontos ganhos, enquanto o Náutico segue na quarta posição, com 16 pontos ganhos.

O jogo foi equilibrado, mas o Vasco, embora apresentando um desempenho irregular, soube aproveitar melhor as oportunidades de gol.. O Náutico teve uma boa atuação, jogou com coragem , mas desperdiçou várias chances para construir um resultado melhor. Os gols do Vasco foram marcados por Andrezinho, Rodrigo e Eder Luis. Rafael Pereira e Renan Oliveira anotaram para o time dos Aflitos. Na próxima rodada, o Vasco vai receber o Paysandu, em São Januário; O Náutico vai receber o Bragantino, na Arena Pernambuco.

O jogo

O Vasco começou a partida no ataque, forçando as ações pelo lado esquerdo com Julio Cesar e Nenê. Aos três minutos, Nenê arrancou e bateu de longe, mas o goleiro Julio Cesar defendeu com tranquilidade. O primeiro momento de perigo aconteceu na área carioca, quando o zagueiro Rodrigo falhou, de forma bisonha, e permitiu que Roni entrasse com a bola dominada na área, mas a conclusão foi muito ruim, chutando torto e sem perigo para Jordi.

O lance animou a equipe pernambucana que na jogada seguinte, criou novo momento de perigo com um cruzamento de Taiberson que passou por toda a pequena área sem que ninguém chegasse para completar.

Aos 12 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol. Madson cobrou lateral para dentro da área pernambucana e Andrezinho completou, de primeira, para colocar a bola nas redes. O Náutico não desanimou e partiu para buscar o gol do empate. Roni arrancou pela esquerda e cruzou para a conclusão de Maylson, mas a bola subiu demais. O time dirigido por Alexandre Gallo tentava jogar de igual para igual. Aos 18 minutos, Jordi teve que sair nos pés do Jefferson Nem que tinha sido lançado por Bergon, em belo toque de calcanhar. Apesar de jogar fora de casa, o Náutico atuava melhor do que o Vasco. Muito dispersiva, a equipe carioca dependia da inspiração de Andrezinho e Nenê, os mais lúcidos do time.

Aos 25 minutos, Jordi saiu mal, após cobrança de escanteio, e a zaga cruz-maltina aliviou o perigo. De tanto pressionar, o Náutico marcou o gol do empate aos 33 minutos. Taiberson bateu escanteio e Rafael Pereira se antecipou aos zagueiros para cabecear e colocar nas redes. Dois minutos depois, o Vasco criou boa jogada com Nenê, mas a zaga timbu aliviou o perigo.
Logo depois desse lance, o atacante Leandrão sentiu um estiramento na virilha e foi obrigado a deixar a partida, entrando Thalles em seu lugar.

O Náutico continuou jogando com personalidade e,aos 41 minutos, quase marcou o segundo gol,quando Taiberson cruzou e Matheus Muller, livre, cabeceou para fora. Logo depois, Jordi teve que se virar para espalmar um chute certeiro de Taiberson. A bola sobrou para Bergson que tentou completar de bicicleta, mas mandou para fora.

Mal o segundo tempo começou, o Vasco se colocou, outra vez, na frente do placar. Aos dois minutos, após cobrança de escanteio, o goleiro Julio Cesar saiu mal e Rodrigo cabeceou para desempatar a partida. Após sofrer o segundo gol, o Náutico demorou para se encontrar novamente em campo, desperdiçando muitos passes e pouco se aproximando da área carioca.

O Vasco passou a administrar o resultado, preocupado apenas em segurar a bola e impedir que o Náutico criasse condições para empatar. Aos 22 minutos, Julio Cesar tabelou com Thalles e chutou forte para grande defesa de Julio Cesar. Aos 23 minutos, Madson foi derrubado na entrada da área. Rodrigo bateu a falta, mas a bola se chocou com a barreira e foi afastada pela zaga.
Aos 31 minutos, o Náutico perdeu a melhor chance do segundo tempo. Renan Oliveira bateu escanteio, Eurico cabeceou, a bola passou pelo goleiro Jordi, mas Marcelo Mattos salvou em cima da linha.

Um minuto depois, o Vasco marcou o terceiro gol. Depois de lançamento de Jordi, Madson desviou de cabeça e Eder Luis ganhou de Eduardo, driblou o goleiro Julio Cesar e colocou a bola nas redes.

O Náutico ainda teve a chance de marcar o segundo gol aos 45 minutos em cruzamento de Renan Oliveira que Maylson cabeceou e Jordi tirou em cima da linha. Os jogadores pernambucanos pediram a marcação do gol alegando que a bola entrou. Logo depois, Luan salvou em cima da linha.

Dois minutos depois, o Náutico marcou o segundo gol. Renan Oliveira bateu falta, a bola desviou em Henrique e enganou o goleiro Jordi.

VASCO 3 X 2 NÁUTICO

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Neuza Ines Back (Fifa-SC) e Leirson Peng Martins (RS)
Cartão Amarelo: Marcelo Mattos, Madson(Vas); Gastón Filgueira, Taiberson, Eduardo (Nau)
Gols: VASCO: Andrezinho, aos 12 minutos do primeiro tempo; Rodrigo aos dois minutos e Eder Luis aos 32 minutos do segundo tempo; NÁUTICO: Rafael Pereira, aos 33 minutos do primeiro tempo; Renan Oliveira aos 47 minutos do segundo tempo
VASCO: Jordi, Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar(Henrique); William Oliveira, Marcelo Mattos, Andrezinho(Eder Luis)e Nenê; Jorge Henrique e Leandrão(Thalles)
Técnico: Jorginho
NÁUTICO: Julio Cesar, Joazi, Rafael Pereira, Eduardo e Mateus Muller; Gastón Filgueira(Eurico), Maylson, Bergson(Odilávio), Jefferson Nem e Taiberson(Renan Oliveira); Roni
Técnico: Alexandre Gallo


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document