segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco e São Paulo lutam pela afirmação em Brasília

Vasco e São Paulo lutam pela afirmação em Brasília

Matéria publicada em 7 de julho de 2015, 18:30 horas

 


Clássico entre os dois clubes acontecerá no Mané Garrincha; cariocas querem sair da zona de degola

Bola: Meia Andrezinho chegou recentemente e assume vaga de titular (Foto: Divulgação)

Bola: Meia Andrezinho chegou recentemente e assume vaga de titular (Foto: Divulgação)


Brasília – 
Duas equipes que precisam da vitória para confirmarem que são capazes de dar conta dos objetivos que têm pela frente. Essa é a história do duelo entre Vasco e São Paulo, que se enfrentam nesta quarta-feira, às 22h(de Brasília), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Cruz-Maltino, que vai mandar seu jogo na capital federal porque foi punido pelo comportamento de sua torcida na derrota de 3 a 1 para o Cruzeiro, vem de derrota de 1 a 0 para a Chapecoense, em Santa Catarina. O tropeço representou a quebra de uma série de duas vitórias e o manteve com nove pontos, na zona de rebaixamento. Agora, é preciso se impor contra o Tricolor para mostrar que os triunfos contra Flamengo e Avaí não foram obras do acaso.

– O jogo contra a Chapecoense ficou para trás e no momento precisamos nos concentrar na partida contra o São Paulo. O Campeonato Brasileiro não permite muito tempo para lamentações ou para comemorações. Precisamos mostrar poder de reação, pois ainda não conseguimos nem o nosso primeiro objetivo que é o de sair rapidamente da zona de rebaixamento. Estamos concentrados no que vai acontecer nesta quarta-feira – disse o lateral-direito Madson.

De líder a oitavo colocado em quatro rodadas, o São Paulo também precisa da reação. O time, que vem de empate sem gols com o Fluminense, em casa, não ganha há quatro partidas e estacionou nos 18 pontos, começando a se distanciar do G-4, a zona de classificação para a Copa Libertadores.

– Nós estamos mostrando uma evolução de um jogo para o outro e sabemos da necessidade de um triunfo. Estamos começando um trabalho, conhecendo os jogadores, mas sabemos que é preciso ganhar. A partida contra o Vasco é importante e vamos em busca dos três pontos – disse o técnico colombiano Juan Carlos Osorio.

A necessidade de vencer das duas equipes faz com que elas se respeitem.

– O Vasco é um time que está em evolução na competição, se reforçando e subindo de produção. Tem tudo para não ficar muito tempo lá na parte de baixo e o São Paulo tem que trabalhar para impedir que a reação deles comece neste momento – disse o zagueiro Rafael Toloi.

Os vascaínos entendem que será importante neutralizar alguns pontos positivos do São Paulo para ganhar.

– O São Paulo conta com alguns jogadores que têm condições de definir o confronto em um único lance. Peças como Alexandre Pato, Ganso e Luis Fabiano são capazes de desequilibrar e nós vamos precisar estar atentos para impedir que essa individualidade possa fazer a diferença. Também temos nossas qualidades, mas a grande força do Vasco é a força do seu conjunto e temos que fazer que isso venha a prevalecer – disse o volante Serginho.

O Vasco terá mudanças em sua escalação. O treinador não poderá contar com o lateral-esquerdo Christiano e nem com o meia Jhon Cley, ambos expulsos contra a Chapecoense. Julio Cesar deverá voltar à lateral esquerda, com Andrezinho, que enfim vai estrear, atuando no meio-de-campo. Jhon Cley já foi reserva em Santa Catarina, o que gera menos mudanças.

O zagueiro Rodrigo volta de suspensão na vaga de Aislan e será o companheiro de Anderson Salles, uma vez que Luan continua a serviço da Seleção Brasileira para a disputa dos Jogos Pan-Americanos do Canadá. O meia Emiliano Bianchucci foi barrado para a entrada do volante Lucas, o que vai fazer o time fortalecer a marcação. Outro que pode ser sacado é Gilberto.

Pelo lado do São Paulo, Osorio deu algumas pistas, porém não revelou a escalação completa. Na única parte aberta das atividades de terça-feira, um ensaio de bola parada defensiva mostrou sete titulares: além do goleiro Rogério Ceni, povoaram a área os zagueiros Rafael Toloi e Lucão (que deixa o meio-campo e retorna à defesa), o lateral esquerdo Reinaldo, os volantes Rodrigo Caio e Thiago Mendes (de novo como lateral direito, na ausência de Bruno) e o meia Paulo Henrique Ganso.

Ausência certa em Brasília é o atacante Luis Fabiano, poupado da viagem. Osório tem Centurión, Cafu e Ewandro para formar dupla de ataque com Alexandre Pato.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document