segunda-feira, 18 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco perde para o Bahia e volta a se preocupar com o Z4

Vasco perde para o Bahia e volta a se preocupar com o Z4

Matéria publicada em 7 de setembro de 2019, 18:15 horas

 


Rio – O Vasco recebeu o Bahia na manhã deste sábado pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em busca de se reabilitar da derrota para o Cruzeiro no último domingo, em Belo Horizonte, a equipe carioca foi surpreendida pelos contra-ataques dos baianos e amargaram uma derrota por 2 a 0. Nino Paraíba e Gilberto marcaram para o Tricolor da ‘Boa Terra’.

A vitória fora de casa deixa o Bahia provisoriamente na sexta colocação com 30 pontos. Se Internacional e Atlético-MG, que ainda jogam na rodada, não vencerem seus jogos, a equipe baiana estará no G6. Já o Vasco permanece estacionado com 20 pontos, e tem a 15ª colocação ameaçada pelo Cruzeiro, que recebe o Grêmio neste domingo.

Na próxima rodada, que encerra o primeiro turno do Brasileiro, o Vasco visita a Chapecoense na Arena Condá, no sábado, em duelo direto contra o rebaixamento. O Bahia, por sua vez, faz o clássico nordestino contra o Fortaleza na Fonte Nova, no domingo.

O Jogo – O Vasco sofreu com a ausência do jovem Talles Magno que suspenso, não pode ser escalado. Sem criatividade e desentrosado do meio para frente, a equipe de São Januário pouco produziu ofensivamente.

As dificuldades da equipe de Vanderlei Luxemburgo se agravaram com a proposta defensiva que o Bahia empregou na partida. Com três volantes e três atacantes, Roger Machado armou um esquema bastante fechado e em busca dos contra-ataques em velocidade.

Na primeira etapa, os dois goleiros tiveram muito pouco trabalho. Foram muitos chutes de fora da área, quase sempre para fora ou na direção do goleiro.

Aos 5, na primeira tentativa do Vasco, Marrony avançou até a linha da área pela esquerda e cruzou rasteiro. Raul dominou na altura do meio círculo e bateu de canhota, mas o chute saiu fraco e no meio do gol, e Douglas defendeu com tranquilidade.

O Vasco chegou mais uma vez aos 10, desta vez em jogada pela direita. Rossi cruzou e Pikachu tentou de cabeça e mandou pela linha de fundo.

O jogo seguiu com o Vasco mantendo o controle da posse de bola, mas o Bahia, bem fechado, não permitia que a equipe carioca se aproximasse do gol. As melhores oportunidades vieram em cobranças de falta próximo da área, aos 41 e aos 45, mas nas duas vezes Fellipe Bastos errou o alvo e mandou por cima do gol.

O segundo tempo começou um pouco mais movimentado, e desta vez o contra-ataque baiano funcionou. Aos 10, Nino Paraíba é lançado no bico da área pela direita, corta para o meio e entrega para Gilberto. O centroavante tenta o chute, a bola espirra na defesa e sobra para Nino Paraíba tocar no canto esquerdo e abrir o placar em São Januário.

Cinco minutos depois, o Bahia ampliou. Lançamento longo para Gilberto na direita da área, ele esperou o quique da bola e bateu de primeira encobrindo Fernando Miguel. Golaço do ex-vascaíno.

O Vasco sentiu o golpe e passou a buscar a reação de forma desorganizada. Luxemburgo mexeu na equipe e tirou o estreante Clayton, Fellipe Bastos e Henrique. Entraram Ribamar, Gabriel Pec, e Danilo Barcelos. Mas vaiado por sua torcida, o Vasco criou pouco e não conseguiu reagir.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document