>
quarta-feira, 17 de agosto de 2022 - 00:34 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco perde para o Criciúma

Vasco perde para o Criciúma

Matéria publicada em 19 de novembro de 2016, 18:58 horas

 


Derrota fora de casa deixa time de São Januário com 62 pontos, dependendo de vitória na última rodada

Derrota para o Criciúma deixa o Vasco dependendo do resultado da última partida (foto: Caio Marcelo – Criciúma)

Derrota para o Criciúma deixa o Vasco dependendo do resultado da última partida (foto: Caio Marcelo – Criciúma)

Criciúma – O Vasco foi derrotado pelo Criciúma por 1 a 0 pelo Criciúma, neste sábado, no estádio Heriberto Hulse, na cidade catarinense. Com isso, o time de São januárioa não conseguiu garantir o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro em 2017. Com o resultado, os cruzmaltinos permanecem com 62 pontos e vão precisar vencer na última rodada para avançar à elite do futebol nacional.

O Vasco teve atuação abaixo da média, com muita dificuldade na marcação e na criação. No primeiro tempo, os cariocas foram dominados, mas seguraram o empate. Só que na etapa final, o Criciúma chegou a vitória com Roberto, em cobrança de pênalti. Depois disso, os vascaínos desperdiçaram várias chances e vão ter que buscar o acesso no próxima fim de semana.

Na última rodada, o Vasco vai buscar o acesso contra o Ceará, no próximo sábado, em São Januário. Já o Criciúma, no dia anterior, cumpre tabela contra o Paysandu, em Belém.

O jogo

O Vasco começou a partida impondo seu toque de bola e criou a primeira chance de gol aos sete minutos. Andrezinho cobrou falta no contra pé de Luiz, mas viu a bola bater na trave. O lance animou os cruzmaltinos, que tiveram nova oportunidade dois minutos depois, em chute de longe de Andrezinho, que obrigou o goleiro catarinense a fazer boa defesa.

O bom início dos cariocas não intimidou o Criciúma, que aproveitou saída de bola errada do adversário para quase abrir o placar aos 17 minutos. Roberto recebeu passe na entrada da área, passou por Luan e chutou para grande defesa de Martín Silva.

Depois disso, o Criciúma passou a dominar o jogo. Os donos da casa rondavam a área cruzmaltina, mas pecavam no último passe. O Vasco tentava os contra-ataques, só que errava muitos passes ainda no meio. Os catarinenses só conseguiram chegar com perigo aos 38 minutos. Jheimy foi lançado na área, levou a melhor sobre Rodrigo, mas viu Martín Silva abafar a finalização.

Nos minutos finais, o panorama da partida seguiu o mesmo. O Criciúma teve mais uma chance de abrir o placar aos 41 minutos. Após cobrança de falta na área, Ianson cabeceou, mas Martín Silva estava atento para salvar os cruzmaltinos. O Vasco respondeu já nos acréscimos, quando Douglas cruzou rasteiro pela direita, mas Thalles finalizou fraco, em cima de Luiz. Assim, o duelo foi para o intervalo com a igualdade no marcador no Heriberto Hulse.

No segundo tempo, o Vasco conseguiu equilibrar a partida no início. Com isso, o jogo ficou aberto, com as duas equipes em busca do ataque. Só que na primeira chance, o Criciúma abriu o placar, aos sete minutos. Diguinho derrubou Roberto na área e o árbitro marcou pênalti. O próprio atacante cobrou com categoria, sem chance para Martín Silva.

Após o revés, o Vasco foi obrigado a se lançar ao ataque. Os cruzmaltinos chegaram a criar boas chances de empatar, mas a tarde não parecia ser dos cariocas. Tanto que o atacante Ederson, que entrou no lugar de Julio Cesar, saiu lesionado depois de dois minutos em campo.

O Criciúma quase se aproveitou do nervosismo do Vasco aos 17 minutos. Caíque Valdívia arriscou de fora da área e obrigou Martín Silva a espalmar para tirar o perigo. A resposta do Vasco veio no minuto seguinte. Andrezinho cobrou falta rápida para Nenê. O meia chutou forte, mas Luiz salvou os donos da casa.

O goleiro catarinense passou a ser a principal figura em campo e parou o Vasco mais uma vez aos 22 minutos, em cobrança de falta de Nenê. Depois, Thalles recebeu na entrada da área, mas finalizou para fora. Já aos 34, após cobrança de escanteio, Madson cabeceou no travessão.

Nos minutos finais, o Vasco pressionou em busca do empate. No entanto, muito nervoso, os cruzmaltinos pouco incomodaram o goleiro Luiz. Mesmo sem aspirações na Série B, o Criciúma mostrou vontade e quase marcou o segundo em novo pênalti. Só que desta vez, Martín Silva defendeu a cobrança de Roberto. No lance, o zagueiro Luan foi expulso. Mesmo assim, os donos da casa seguraram a vitória.

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA 1 X 0 VASCO

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)

Data: 19 de novembro de 2016 (Sábado)

Horário: 16h30(de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)

Cartões amarelos: Douglas Moreira, Ianson, Jheimy, Luiz e Barreto (Criciúma); Julio Cesar, Andrezinho, Yago Pikachu e Bruno Gallo (Vasco)

Cartão vermelho: Luan (Vasco)

GOL

CRICIÚMA: Roberto, aos 7min do segundo tempo

CRICIÚMA: Luiz, Ricardinho, Raphael Silva, Ianson e Marlon (Clayton); Barreto, Nathan, Douglas Moreira e Caíque Valdívia (João Afonso); Roberto e Jheimy (Bruno Baio)

Técnico: Roberto Cavalo

VASCO: Martín Silva, Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar (Ederson) (Junior Dutra); Diguinho, Douglas, Bruno Gallo (Yago Pikachu) e Andrezinho; Nenê e Thalles

Técnico: Jorginho


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Ainda tem chance de ser vice e manter a tradição.

  2. Ainda tem chance de ser vice e manter a tradição.

Untitled Document