quarta-feira, 23 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco arranca empate com o Athletico em São Januário

Vasco arranca empate com o Athletico em São Januário

Matéria publicada em 22 de setembro de 2019, 18:35 horas

 


No primeiro tempo, o confronto foi equilibrado, com boas chances para os dois times

Rio– Em jogo movimentado, Vasco e Athletico empataram por 1 a 1, neste domingo, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os cruzmaltinos chegaram a 24 pontos e não se distanciaram da zona de rebaixamento. Já os paranaenses, com 27, buscam apenas se manter na Série após a conquista da Copa do Brasil.
No primeiro tempo, o confronto foi equilibrado, com boas chances para os dois times. No segundo tempo, o Athletico abriu o placar, com Madson. O Vasco chegou ao empate após pênalti convertido por Danilo Barcelos, em lance com interferência do VAR.
Na próxima rodada, o Athletico recebe o Fortaleza, na Arena da Baixada, nesta quinta-feira. Já o Vasco só volta a campo no próximo domingo, contra o Corinthians, em São Paulo.

O jogo

A partida começou em ritmo acelerado. O Athletico não se intimidou com o apoio dos cruzmaltinos na arquibancada e buscou o ataque desde os primeiros minutos. Só que o Vasco aproveitou os espaços deixados pelos visitantes para criar boa chance aos dez minutos. Yago Pikachu arriscou da entrada da área, mas Santos fez defesa segura.
O lance amimou os donos da casa, que voltaram a assustar aos 12 minutos. Talles Magno ganhou da marcação e tocou para Raul na área. O volante dominou mal e viu a zaga paranaense salvar o que seria a abertura de placar em São Januário. Na cobrança de escanteio, Osvaldo Henriquez subiu sozinho, mas cabeceou pela linha de fundo.
Enquanto o Athletico tinha mais posse de bola, mas errava na parte ofensiva, o Vasco era mais objetivo e perigoso, principalmente nas bolas aéreas. Os cruzmaltinos desperdiçaram nova chance aos 26 minutos, com Ribamar, que cabeceou sobre o travessão. Três minutos depois, foi a vez de Rossi obrigar Santos a fazer boa defesa.
Os visitantes cresceram na parte final do primeiro tempo. Tanto que aos 39 minutos, o Athletico quase abriu o placar quando Madson cruzou, a bola bateu em Osvaldo Henriquez e só não chegou em Marco Rúben porque Fernando Miguel se antecipou para fazer a defesa. O Vasco soube segurar o ímpeto dos campeões da Copa do Brasil e mantiveram a igualdade até o intervalo.
No segundo tempo, o Vasco levou perigo logo com um minuto. Após cruzamento de Danilo Barcelos, Rossi tentou de bicicleta, mas pegou mal e facilitou a defesa de Santos. Só que a resposta do Athletico veio em grande estilo, aos três. Após falta levantada na área, Madson se antecipou a Fernando Miguel e cabeceou para a rede.
O Vasco se lançou ao ataque e quase empatou ao cinco minutos. Ribamar foi lançado, entrou na área, mas viu Pedro Henrique salvar o Athletico ao desarmar o atacante. Mais uma vez, os visitantes responderam em seguida. Rony foi lançado pela esquerda e chutou na rede pelo lado de fora.
O jogo seguiu em ritmo acelerado, com o Vasco em busca do empate. Aos nove minutos, Ribamar recebeu passe na área e chutou para boa defesa de Santos. No ataque seguinte, foi a vez de Léo Cittadini arriscar de longe e obrigar Fernando Miguel a espalmar para fora.
Aos poucos, os cruzmaltinos passaram a sentir o resultado e errar muitos passes. Com isso, o Athletico se aproveitou para criar algumas boas chances para ampliar o marcador.
Mesmo sem apresentar seu melhor futebol, o Vasco chegou ao empate aos 23 minutos. Danilo Barcelos cobrou falta e a bola bateu no braço de Rony. Após consulta ao VAR, o árbitro Anderson Daronco marcou pênalti para os cariocas. O próprio lateral foi para a cobrança e deixou tudo igual em São Januário.
Depois do empate, a partida caiu em rendimento. As duas equipes erravam muito e diminuíram o ímpeto ofensivo. O jogo só voltou a ter emoção aos 34 minutos, quando Talles Magno chutou cruzado e obrigou Santos a fazer boa defesa. Na cobrança de escanteio seguinte, Marrrony cabeceou pela linha de fundo.
A partir daí, o Vasco cresceu na partida e voltou a criar boa chance aos 37 minutos. Marrony aproveitou cruzamento e cabeceou em cima de Santos. Os cruzmaltinos chegaram a marcar o segundo gol com Raul, mas o lance foi anulado após nova interferência do VAR.
Nos minutos finais, os donos da casa pressionaram, mas não conseguiram chegar ao gol da vitória. O Athletico soube se segurar para manter a igualdade até o apito final.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 1 ATHLETICO PARANAENSE

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 22 de setembro de 2019 (Domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Renda: R$ 600.922,00
Público: 16.529 pagantes
Cartões amarelos: Yago Pikachu, Osvaldo Henriquez e Richard (Vasco); Léo Pereira, Rony e Wellington (Athletico)
GOLS
VASCO: Danilo Barcelos, aos 23min do segundo tempo
ATHLETICO: Madson, aos 3 min do segundo tempo

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Oswaldo Henriquez, Leandro Castán e Danilo Barcelos; Richard, Marcos Junior (Andrey) e Raul; Rossi (Marrony), Ribamar (Clayton) e Talles Magno
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

ATHLETICO: Santos, Madson, Léo Pereira, Pedro Henrique (Lucas Halter) e Abner Vinicius; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini (Éverton Felipe); Braian Romero, Rony e Marco Rúben (Thonny Anderson)
Técnico: Tiago Nunes


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Cadê notícias do Barra Mansa? Sempre vejo noticias do Volta Redonda, que está parado faz tempo, mas o jornal não fala do Barra Mansa nem do Pérolas Negras, que são da região também e estão brigando por acesso no estadual. Porque essa discriminação? Não precisa tratar igual, mas pelo menos noticiar os outros clubes da região que são totalmente ignorados

Untitled Document