Vasco tem manhã de invasão, dispensas e afastamento - Diário do Vale
sábado, 25 de setembro de 2021 - 21:46 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco tem manhã de invasão, dispensas e afastamento

Vasco tem manhã de invasão, dispensas e afastamento

Matéria publicada em 9 de junho de 2015, 16:09 horas

 


Marcinho e Douglas Silva são liberados e Bernardo afastado; torcida protesta em São Januário

Fora: Bernardo está cada vez mais perto de encerrar por baixo mais uma passagem pelo Vasco (Foto: Divulgação)

Fora: Bernardo está cada vez mais perto de encerrar por baixo mais uma passagem pelo Vasco (Foto: Divulgação)

Rio – O Vasco perdeu os três últimos jogos no Campeonato Brasileiro, sendo o mais recente por 2 a 0 para o Atlético-PR, sofreu oito gols nesses confrontos e não marcou nenhum. Com apenas três pontos conquistados, está mergulhado na zona de rebaixamento e ao lado do lanterna Joinville é o único que ainda não conseguiu ganhar na competição. O ambiente não poderia ser outro que não fosse o de tensão em São Januário. Na manhã desta terça-feira um princípio de tumulto acabou tornando o clima ainda pior.

Pouco antes das 9h(de Brasília), cerca de trinta minutos antes do treino começar, aproximadamente quarenta torcedores, a maioria ligados a facções de torcidas organizadas, já eram vistos no portaõ principal, tentando entrar e ter acesso aos jogadores. Com quatro carros da Polícia Militar parados no local, sendo auxiliados ainda por seguranças do clube, os torcedores acabaram dando a volta no estádio e tentando entrar em São Januário pela entrada da imprensa. O fato gerou uma pequena confusão, mas sem registro de feridos. Os jogadores deixaram o clube por uma saída diferente da usual.

Os ânimos estão quentes desde a semana passada e se agravaram com o resultado no Paraná. Para piorar a situação, o meia Bernardo ainda se envolveu em uma polêmica ao responder a provocações em redes sociais, chegando inclusive a chamar torcedores para a briga. O clube suspendeu o jogador, e ele não viajou com o grupo para Mangaratiba nesta terça, onde o elenco treianrá esta semana.

“Bernardo está fora da viagem de Mangaratiba, e estamos analisando a situação dele,”afirmou o gerente de futebol Paulo Angioni em coletiva em São Januário.

Outro alvo da insatisfação dos torcedores, o meia Marcinho sequer apareceu no treino desta terça-feira e teve o contrato rescindido com o clube. Sua produção esteve sempre abaixo do esperado e ele acabou perdendo a posição ao longo do Campeonato Carioca. O zagueiro Douglas Silva, que chegou a aparecer na Colina mas sequer colocou uniforme, foi liberado e deverá ser anunciado pelo Joinville nos próximos dias.

Segundo Paulo Angioni, os dois jogadores manifestaram à diretoria o desejo de deixar o clube: “O Douglas entendeu que era o momento de ter outra expectativa e nos procurou solicitando rescisão de contrato. Entendemos e estamos fazendo isso. Ele está indo para o Joinville, nos disse isso. Primeiramente, seria uma situação de empréstimo, mas depois, pelas situações de dificuldade do time, entramos em entendimento e fizemos a rescisão de contrato. O caso do Marcinho é diferente. Foi uma questão pessoal. Ele nos procurou dizendo que gostaria de sair, porque as coisas não estavam como ele imaginava.”

Em campo o técnico Doriva sequer conseguiu dar indícios do time que tem um difícil compromisso no próximo sábado, quando encara o Cruzeiro a partir das 21h(de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. para este jogo o treinador contará com os reforços do goleiro Jordi, do volante argentino Pablo Guiñazu e do atacante Gilberto, todos que cumpriram suspensão diante do Furacão. Os zagueiros Luan e Rodrigo, que não participaram do treino desta terça para ficarem na academia reforçando a musculatura, não preocupam para sábado.

Para amenizar o clima a diretoria orientou a não divulgação da programação de treinos e o elenco deverá treinar em Mangaratiba (RJ) a partir desta quarta-feira, onde vai ficar até o próximo sábado, data do jogo com a Raposa.

Fora de campo a diretoria segue procurando reforços para melhorar o desempenho do time no Campeonato Brasileiro, porém, a falta de dinheiro em caixa complica, ainda mais por conta da definição de um teto salarial pelo presidente Eurico Miranda, que pretende evitar fazer loucuras para manter a folha salarial em dia.

O clube vinha negociando com os atacantes Emerson Sheik, de saída do Corinthians, e Luis Fabiano, que estava insatisfeito no São Paulo. O primeiro está acertando a transferência para o Flamengo, enquanto que o Fabuloso ganhou novo ânimo com a troca da comissão técnica no Tricolor paulista e deverá permanecer no Morumbi até o fim do ano.

Agora, os dirigesntes vascaínos estão observando o mercado de fora do país para contratar na janela de transferências internacionais. Jogadores que estão se destacando no futebol da Argentina, do Uruguai, do Chile e da Colômbia também estão sendo observados, pois podem representar a chegada de atletas de qualidade, mas por um preço baixo. Doriva tem participado de reuniões constantes com a comissão técnico e com o departamento de futebol no sentido de mapear esse mercado e buscar opções.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document