quinta-feira, 21 de outubro de 2021 - 11:46 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco usa tranquilidade como arma contra má pontaria

Vasco usa tranquilidade como arma contra má pontaria

Matéria publicada em 21 de maio de 2015, 17:48 horas

 


Principal arma para fazer a realidade mudar já a partir do duelo deste sábado é a experiência da equipe

Acertando: Gilberto é um dos nomes que acendem esperança das redes balançarem de novo (Foto: Marcelo Sadio/vasco.com.br)

Acertando: Gilberto é um dos nomes que acendem esperança das redes balançarem de novo (Foto: Marcelo Sadio/vasco.com.br)

Rio-  O Vasco não conseguiu marcar gols nos três últimos jogos que disputou. Pelo Campeonato Brasileiro os empates por 0 a 0 com Goiás e Figueirense mostraram que o problema existe. A igualdade sem gols diante do Cuiabá, na noite de quarta-feira, que quase custou a vaga na terceira fase da Copa do Brasil, ligou ainda mais o sinal de alerta pelo lado Cruz-Maltino.
Porém todos usam a tranquilidade como principal arma para fazerem essa realidade mudar já a partir do duelo deste sábado, às 18h30(de Brasília), contra o Internacional em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.
Em uma análise logo depois do resultado contra o Cuiabá, o técnico Doriva chegou a se irritar com perguntas sobre o tema, garantindo que no clube estão todos tranquilos. Ele lembrou que o sistema defensivo do Cuiabá teve méritos no resultado e valorizou o fato de que oportunidades claras de gol estão sendo criadas. Diante do time do Mato Grosso o Cruz-Maltino chegou a desperdiçar um pênalti cobrado pelo zagueiro Luan.
– O time criou muitas oportunidades, mas infelizmente a bola não entrou. Tivemos chances claras, até um pênalti conseguimos forçar o adversário a cometer. Mas o goleiro pegou. A verdade é que precisamos finalizar melhor e isso precisa ser trabalhado. Vamos tentar corrigir isso o mais rapidamente possível – explicou Doriva, que mostrou insatisfação em vários momentos da entrevista coletiva.
Os jogadores parecem concordar com o comandante.
– O Vasco está invicto há muitos jogos e isso tem sido muito importante para que a confiança do grupo fique em alta mesmo com os gols não acontecendo. É lógico que a gente precisa muito voltar a mkarcar gols para ganhar os jogos, mas apenas com tranquilidade vamos conseguir isso. Estamos trabalhando bastante, embora em algumas semanas o tempo para isso seja pouco. Na quarta-feira tivemos esse jogo com o Cuiabá e no sábado já tem um compromisso muito complicado diante do Internacional,. Mas estamos procurando evoluir mesmo assim – analisou o lateral-direito Madson.
O volante Serginho pensa de forma parecida.
– Os torcedores podem ter a certeza de que esse grupo tem se esforçado bastante nos treinos e nos jogos para que o Vasco consiga ter a campanha que todos esperam do clube, não apenas no Campeonato Brasileiro, como na Copa do Brasil. Sabemos que precisamos melhorar essa questão dos gols e vamos trabalhar ainda mais para que os resultados voltem a acontecer. Mas temos mostrado alguns indicativos que deixam claro que as coisas vão mudar rapidamente, como o fato de que estamos conseguindo criar boas oportunidades de gol e pecando mais nas finalizações – avisou Serginho.
Dentro de campo, Doriva comanda um treino na tarde desta sexta-feira e vai definir a formação que vai a campo. Dificilmente ele poderá contar com o zagueiro Rodrigo e com o atacante Gilberto, que já foram desfalques diante do Cuiabá. Ambos se recuperam de problemas musculares na coxa direita e a previsão é de que ainda não estejam liberados para o choque contra o Internacional, que mais uma vez deverá usar uma formação de reservas por conta de seus compromissos pela Copa Libertadores. Para a vaga de Rodrigo Anderson Salles permanecerá como companheiro de Luan, enquanto que Thalles segue cotado no ataque. Após o treino desta sexta-feira começa o período de concentração para o duelo contra o Colorado. O Vasco soma dois pontos conquistados no Brasileiro e precisa conquistar a primeira vitória.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document