>
domingo, 22 de maio de 2022 - 01:16 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco vence e estraga a festa do Fluminense

Vasco vence e estraga a festa do Fluminense

Matéria publicada em 19 de julho de 2015, 18:00 horas

 


Torcida tricolor compareceu em grande número ao Maracanã para festejar e dar as boas-vindas a Ronaldinho Gaúcho mas acabou saindo derrotada

Pelo alto: Andrezinho subiu mais que o zagueiro Gum e colocou o Vasco na frente do placar no clássico (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Pelo alto: Andrezinho subiu mais que o zagueiro Gum e colocou o Vasco na frente do placar no clássico (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Rio – A torcida do Fluminense compareceu em grande número ao Maracanã para festejar a chegada de Ronaldinho Gaúcho e comemorar mais uma vitória no Campeonato Brasileiro, mas acabou saindo frustrada. O Vasco jogou com grande aplicação e venceu por 2 a 1. O resultado positivo ainda não tirou o time de São Januário da zona do rebaixamento. O Vasco que completou dez jogos sem perder para o tradicional adversário, agora soma 12 pontos e ocupa a 18 ª posição. O Tricolor das Laranjeiras que perdeu, depois de seis partidas, caiu para a terceira colocação, com 27 pontos ganhos.
A vitória fez justiça ao desempenho da equipe do Vasco que mostrou grande espírito de luta e soube superar as dificuldades para conseguir o resultado. O Fluminense começou bem, mas caiu de produção após sofrer o primeiro gol e não conseguiu mais se impor diante do adversário.
Na próxima rodada, o Fluminense vai enfrentar a Chapecoense, na Arena Condá. O Vasco vai receber o Palmeiras, em São Januário.

Primeiro tempo

O Fluminense começou a partida tentando sufocar o Vasco. Empurrado por uma torcida entusiasmada, o Tricolor logo chegou na área vascaína aos dois minutos, mas a zaga desviou o cruzamento de Marcos Junior. O time de São Januário mantinha apenas Herrera na frente, enquanto Dagoberto e Andrezinho tinham a missão de se aproximar do atacante argentino.
Sem se impressionar com a pressão da torcida, o Vasco equilibrou o jogo com uma forte marcação no meio-campo.
Aos dez minutos, o goleiro Diego Cavalieri precisou sair do gol para socar a bola, depois de cobrança de falta executada por Andrezinho. Três minutos depois, Anderson Salles atingiu Gerson na entrada da área. Jean bateu forte e a bola passou à direita do gol de Jordi.
O time dirigido por Enderson Moreira foi crescendo de produção e controlando a partida. Aos 15 minutos, Marcos Junior recebeu na entrada da área e tocou rasteiro, mas a bola saiu.
Aos 20 minutos, Rodrigo cabeceou para trás e quase surpreendeu Jordi, mas o goleiro fez a defesa. Quatro minutos depois, em jogada de contra-ataque, Marcos Junior arrancou desde o meio-campo e chutou forte, mas a bola saiu. Logo depois, o lateral-esquerdo Giovanni bateu, a bola desviou na zaga e quase enganou o goleiro do Vasco.
O time de São Januário encontrava grande dificuldade de armar jogadas ofensivas. Herrera, o mais avançado, era obrigado a recuar constantemente para dar combate aos zagueiros tricolores enquanto Dagoberto e Andrezinho quase não apareciam no jogo.
O Fluminense chegou outra vez aos 34, quando Gum, após cobrança de escanteio, cabeceou fraco e Jordi fez uma boa defesa.
Mesmo sem mostrar um grande futebol, o Vasco marcou o primeiro gol, aos 38 minutos. Jhon Cley recebeu pela direita e, mesmo marcado por Antonio Carlos, cruzou para Andrezinho meter a cabeça e colocar no ângulo direito de Diego Cavalieri que não esboçou qualquer reação. Foi o primeiro gol marcado por Andrezinho com a camisa cruz-maltina.
O Fluminense partiu para buscar o empate e o goleiro Jordi apareceu bem para cortar dois cruzamentos seguidos na sua área.

Segundo tempo

As duas equipes voltaram sem mudanças para o segundo tempo. E o Vasco voltou mais agressivo no segundo tempo. Aos cinco minutos, o lateral-esquerdo Giovanni se chocou com Herrera, sofreu uma entorse no joelho direito, e foi obrigado a deixar o campo. O atacante Osvaldo foi chamado pelo treinador para fazer sua estreia na equipe tricolor. Gustavo Scarpa passou a fazer a função de lateral.
Na sua primeira participação, aos oito minutos, Osvaldo arrancou pela direita e cruzou para Gerson que falhou na conclusão. Um minuto depois, o mesmo Gerson chutou de forma perigosa, após tabelar com Fred.
A resposta do Vasco veio, aos 11 minutos, em chute de Dagoberto que Diego Cavalieri espalmou e a zaga aliviou o perigo. na sequência, o goleiro tricolor voltou a salvar sua equipe, defendendo um chute cruzado de Christiano.
O Fluminense chegou ao empate aos 13 minutos, em golaço de Marcos Junior. O atacante recebeu ótimo passe de Gerson, matou no peito e, de virada, bateu no ângulo direito de Jordi.
Depois de sofrer o gol do empate, o técnico Celso Roth trocou o argentino Herrera pelo colombiano Riascos.
O Fluminense partiu para o ataque em busca do segundo gol e o estreante Osvaldo, caindo pelas extremas, dava grande trabalho aos zagueiros adversários.
Aos 25 minutos, o Vasco desempatou em outro gol de grande beleza. O meia cruz-maltino arrancou desde o meio campo sem ser combatido e acertou um belo chute no ângulo esquerdo, indefensável para Diego Cavalieri.
Aos 27 minutos, Antonio Carlos falhou ao tentar dominar a bola na grande área e Thalles se aproveitou para chutar cruzado e levar grande perigo.
Enderson Moreira recorreu a Magno Alves para tentar aumentar o poder ofensivo da equipe tricolor. Aos 35 minutos, Wellington Silva cruzou e Fred cabeceou forte, para grande defesa de Jordi, espalmando para escanteio.
Nos últimos minutos, o Fluminense partiu, na base do desespero, para buscar o gol do empate. Aos 41 minutos, Jordi saiu mal, mas Fred não conseguiu cabecear para o gol. E o Vasco segurou a pressão até o final.

Ficha técnica
Fluminense 1 X 2 Vasco

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 19 de julho de 2015, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Cartão Amarelo: Gerson, Marcos Junior(Flu);Anderson Salles, Christiano, Jhon Cley, Jordi, Serginho(Vas)
Gols: Fluminense: Marcos Junior, aos 13 minutos do segundo tempo.
Vasco: Andrezinho, aos 38 minutos do primeiro tempo; Jhon Cley, aos 25 minutos do segundo tempo

Fluminense: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Gum, Antônio Carlos e Giovanni(Osvaldo); Edson(Higor Leite), Jean, Gerson(Magno Alves) e Gustavo Scarpa; Marcos Junior e Fred
Técnico: Enderson Moreira

Vasco: Jordi, Madson, Rodrigo, Aislan e Christiano; Anderson Salles, Serginho, Jhon Cley(Emanuel Biancucchi) e Andrezinho: Dagoberto(Thalles) e Herrera(Riascos)
Técnico: Celso Roth


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Esse vasco é uma piada, só querem jogar contra o fluminense, na proxima rodada ja vai levar mais uma socada e continuar ja juntinho com o Joinvile na LANTERNA.

  2. As flores podem comprar o lado que querem ficar no Maraca, podem contratar um ex-jogador pagando uma fortuna, podem fazer gol em impedimento, mas quando enfrentam o Vasco, elas tremem na base. Basta ver como o Fred fica descontrolado a cada derrota para o Vascão.
    Calma Fred! No segundo turno o jogo será em São Januário.

  3. Perder para o Vasco com gols de Andrézinho (de cabeça) e de Jhon Cley, com o atabalhoado Jordi no gol, é dose para elefante. É melhor esquecer este domingo 19 de julho. Ainda estamos no G4 e eles no Z4.

Untitled Document