sexta-feira, 15 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco vence o Inter no Beira-Rio e quebra longo tabu

Vasco vence o Inter no Beira-Rio e quebra longo tabu

Matéria publicada em 20 de outubro de 2019, 19:46 horas

 


Porto Alegre – O Vasco foi a Porto Alegre neste domingo para enfrentar o Internacional em duelo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, e quebrou um jejum de 12 anos sem vitórias no estádio. Com um gol de Marrony no início do segundo tempo, a equipe carioca venceu pelo placar mínimo.

Os três pontos levaram o Vasco a se distanciar da zona do rebaixamento, que tem Ceará e CSA com 26 pontos cada, e que jogam no encerramento da rodada nesta segunda-feira. Com 37 pontos o Vasco mantém a 11ª posição na tabela. Já o Inter é o sexto colocado com 42 pontos e pode perder o lugar no G6 para o Bahia, que encara o Ceará nesta segunda, em Salvador.

Na próxima rodada, o Vasco segue longe de casa e visita o Ceará no Castelão, em Fortaleza. A partida está marcada para o sábado 26, às 17 horas (Brasília). O Inter também viajará ao Nordeste para enfrentar o Bahia na Fonte Nova, em confronto marcado para às 19 horas de sábado.

O Jogo

O Vasco tentou surpreender o Inter com uma marcação alta no início da partida, mas o Colorado não se intimidou e assumiu o controle da posse de bola. A equipe de Vanderlei Luxemburgo recuou e passou a tentar os contra-ataques. O primeiro tempo no Beira-Rio foi disputado, e as duas equipes criaram boas chances, mas não conseguiram tirar o 0 a 0 do placar.

O Inter levou perigo aos 4 minutos numa bobeada da defesa do Vasco. Em uma bola perdida na esquerda do ataque, o goleiro Fernando Miguel saiu mal do gol e Guerrero se antecipou para roubar a bola. O Peruano agiu rápido antes da volta do goleiro e cruzou para o meio da área, mas a zaga afastou. Zeca pegou a sobra mas chutou para fora.

O Vasco teve seu primeiro bom momento aos 23. Felipe Ferreira recebeu e partiu em velocidade pela esquerda. Ao se aproximar da área, soltou a bomba e obrigou Marcelo Lomba a se esticar para espalmar. A bola sobrou na direita para Rossi, que foi ao fundo e cruzou para o meio. O lateral Heitor tentou cortar e quase marcou contra, mas a bola saiu rente à trave.

O Inter respondeu dois minutos depois em chute de fora da área de D’Alessandro, do bico direito da área. Fernando Miguel defendeu e cedeu o escanteio. Internacional. O mesmo D’Alessandro protagonizou a polêmica do primeiro tempo, aos 43. O argentino marcou um golaço em belo chute da direita, mas o lance foi anulado devido a uma falta de ataque de Victor Cuesta sobre Henrique, após análise pela equipe do VAR. Revoltado, D’Alessandro reclamou com o árbitro e recebeu o cartão amarelo.

Antes do apito final, Ribamar perde chance incrível aos 51. Depois de receber de Marrony, o atacante entrou na área e errou o alvo. Após o reinício do jogo, o Vasco não demorou e abriu o placar, aos 7 minutos. Henrique cruzou da esquerda, Marrony tentou de cabeça e a bola sobrou na direita para Rossi. O atacante bateu para o gol, Lomba defendeu e a bola bateu na trave e voltou. Marrony e Bruno Fuchs brigaram pela bola na pequena área mas o atacante do Vasco se deu melhor e tocou para o fundo da rede.

Com a desvantagem no placar, o Inter se mandou para o ataque em busca do empate. De forma desorganizada, o Colorado abusou das bolas levantadas na área e acabou permitindo ao Vasco mais facilidade no contra-ataque. A pressão do Inter foi forte entre 19 e 23 minutos, e Fernando Miguel teve trabalho para impedir o gol Colorado.

Aos 37, o Vasco ameaçou em cobrança de escanteio de Guarín. Castán levantou na área, Henriquez disputou no alto e a bola sobrou para Gabriel Pec, que desperdiçou. O Inter quase chegou aos 40. Guerrero recebeu livre na área e de cara com Fernando Miguel, perdeu a disputa com o goleiro, que mais uma vez salvou o empate. Os gaúchos tiveram sua última chance aos 49, quando Heitor arriscou da entrada da área e mandou uma bomba que passou perto da meta de Fernando Miguel.

 

 

INTERNACIONAL-RS 0 X 1 VASCO-RJ

Local: estádio Beira-Rio
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Auxs: Bruno Salgado Rizo (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: D’Alessandro, Bruno Silva, Patrick (Inter); Guarín (Vasco)
Renda: R$ 928.260,00
Público: 24.908 (21.273 pagantes)
Gols: VASCO: Marrony, aos 7 min do 2º tempo
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba, Heitor, Bruno Fuchs, Victor Cuesta e Zeca (Wellington Silva); Edenílson, Bruno Silva e Patrick; Nico López (Sarrafiore), D’Alessandro e Paolo Guerrero
Técnico: Ricardo Colbachini (interino)
VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Leandro Castán, Osvaldo Henriquez e Henrique; Richard, Bruno Gomes e Felipe Ferreira (Marcos Júnior); Marrony, Rossi (Gabriel Pec) e Ribamar (Guarín)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document