;
quarta-feira, 2 de dezembro de 2020 - 03:14 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Vasco vira a chave e agora é ‘só Estadual’

Vasco vira a chave e agora é ‘só Estadual’

Matéria publicada em 22 de fevereiro de 2018, 17:50 horas

 


Martin Silva seguirá como um dos trunfos do Vasco na Libertadores

Martin Silva seguirá como um dos trunfos do Vasco na Libertadores

Rio – Foi suada e com doses de dramaticidade. Mas o Vasco garantiu a classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores após bater o Jorge Wilstermann nos pênaltis. A goleada de 4 a 0 sofrida na altitude dsa Bolívia desgastou o elenco. Porém, o time só volta a jogar pelo torneio continental em 13 de março, quando recebe o Cruzeiro em São Januário, no Rio. Sendo assim, os próximos dias serão de total dedicação à Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

O primeiro compromisso do Vasco será no domingo, às 17h(de Brasília), diante da Portuguesa, no Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro. Depois tem choque com o Macaé, na quinta-feira da próxima semana, em São Januário. Antes do duelo contra o Cruzeiro, tem ainda jogos contra Boavista, Fluminense e Madureira. No total, serão cinco duelos pelo torneio estadual antes do embate com os mineiros.

A ordem no Vasco é aproveitar esses jogos e garantir logo a vaga nas semifinais da Taça Rio.

– Agora vamos olhar novamente para o Campeonato Carioca, que é muito importante para a nossa equipe. O Vasco entra em campo sempre com o pensamento de ganhar. É importante fazermos uma boa Taça Rio – disse o técnico Zé Ricardo.

Ir bem na Taça Rio é fundamental para manter vivo o sonho do caneco, pois o time sequer foi semifinalista da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Estadual.
O elenco retornou nesta quinta-feira da Bolívia e foi liberado em seguida. Nesta sexta-feira começa a preparação para o duelo diante da Portuguesa. O time, porém, só será definido no sábado pela manhã.

Fora de campo a diretoria está negociando com a operadora de telefonia TIM para que seja renovado por mais 12 meses o contrato de patrocínio. A empresa paga R$ 1,5 milhões por ano para expor a logotipo nos números do uniforme vascaíno. Os dirigentes pretende ampliar o valor em até 100%, uma vez que o Flamengo, pelo mesmo tipo de parceria, recebe R$ 4 milhões. As tratativas estão bem adiantadas e deve ter um desfecho nos próximos dias.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document