domingo, 12 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Internacional / Colômbia: 1ª morte por covid-19 aconteceu antes do que se pensava

Colômbia: 1ª morte por covid-19 aconteceu antes do que se pensava

Matéria publicada em 26 de junho de 2020, 08:13 horas

 


BOGOTÁ (Reuters) - A quarentena imposta na capital da Colômbia, Bogotá, por conta da pandemia do coronavírus continuará até o dia 15 de junho pelo menos, anunciou o prefeito da cidade nesta quinta-feira, mesmo enquanto outras partes do país
Colombia – A primeira morte por covid-19 na Colômbia aconteceu em meados de fevereiro, mais de uma semana antes de o país andino registrar oficialmente seu primeiro caso da doença, anunciou a agência de estatísticas do governo nessa quinta-feira (25).

O país relatou o primeiro caso da doença no dia 6 de março, e o que pensava ser sua primeira morte – a de um taxista de 58 anos na cidade de Cartagena – no dia 21 de março.

Dados referentes ao número de mortos, apresentados pelo Departamento Administrativo Nacional de Estatística (Dane), mostram no entanto que a primeira morte de pessoa com suspeita de covid-19 ocorreu no dia 15 de fevereiro, enquanto a primeira morte confirmada aconteceu no dia 26 do mesmo mês.

O país registrou 30 mortes confirmadas pela covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, e 94 mortes suspeitas no primeiro trimestre, acrescentou o Dane.

Cerca de 40% das mortes por covid-19 no trimestre foram registradas na capital Bogotá, enquanto as províncias de Valle del Cauca e Bolívar apresentaram 23% e 10% dos óbitos, respectivamente.

A província de Antioquia, onde fica a segunda maior cidade do país, Medellín, notificou cerca de 59% das mortes de pessoas com suspeita da doença, segundo o departamento.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Estatística na Colômbia é discutível.
    Os dados são enviados por sinais de fumaça e quando a distância é grande tem ser um mensageiro à cavalo.
    Na capital, os agentes da saúde trabalham com papel e lápis (nada de computador ou calculadora eletrônica).
    Nunca saberemos quantos casos tiveram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document