quinta-feira, 20 de setembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Internacional / Estação em Londres é fechada após motorista bater em barreiras

Estação em Londres é fechada após motorista bater em barreiras

Matéria publicada em 14 de agosto de 2018, 07:34 horas

 


A estação de Westminster foi fechada na manhã de hoje (14) como alerta de segurança. (crédito AB)

Londres – A estação de Westminster, próxima ao Parlamento de Londres (Reino Unido), foi fechada na manhã de hoje (14) como alerta de segurança, no mesmo momento em que a polícia limitou o tráfego. O local foi fechado depois que um carro de cor prata bateu contra as barreiras de segurança colocadas em frente ao Parlamento, ferindo pessoas. As informações são da Scotland Yard.

O motorista do veículo, um homem cuja identidade não foi divulgada, foi detido por esse incidente, que as forças de segurança, por enquanto, não vinculam a um possível ataque terrorista. As ruas perto da praça do Parlamento de Westminster e uma ampla da região de Whitehall, área onde estão os principais ministérios britânicos, foram fechadas ao tráfego.

“Às 7h37 (3h37 de Brasília) de hoje, um carro colidiu contra as barreiras em frente às Casas do Parlamento. O motorista, um homem, foi detido no local por agentes da polícia. Pedestres ficaram feridos. Os agentes estão no local”, afirmou um comunicado divulgado pela Scotland Yard.

“Neste momento, os agentes não acreditam que alguma pessoa ferida corra risco de morte. As cordas foram colocadas para ajudar na investigação. A estação de metrô de Westminster está fechada”, disse a Scotland Yard.

De acordo com a mídia britânica, viaturas da polícia e três ambulâncias estão no local. Para testemunhas, foi um atropelamento proposital porque o motorista estava em alta velocidade no momento em que atingiu as barreiras de segurança.

O Parlamento passou a ser cercado por barreiras de aço e concreto, depois do atentado de março deste ano, quando Khalid Masood atropelou várias pessoas na ponte de Westminster, deixando quatro mortos, após tentar entrar no edifício, onde matou com uma faca o policial Keith Palmer.

Untitled Document