quinta-feira, 21 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Internacional / EUA negam envolvimento em suposto ataque contra Nicolás Maduro

EUA negam envolvimento em suposto ataque contra Nicolás Maduro

Matéria publicada em 6 de agosto de 2018, 07:58 horas

 


Assessor do presidente dos EUA negou envolvimento do seu país no suposto ataque a Maduro. (crédito AB)

Washigton – O assessor de segurança nacional da Casa Branca, John Bolton, negou que os Estados Unidos estejam por trás de um suposto ataque com drones ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ontem, durante um ato militar. “Posso dizer, inequivocamente, que não há participação do governo dos EUA neste caso.”

Bolton sugeriu que o próprio governo de Maduro poderia estar por trás do episódio. “Pode haver muitas coisas, desde um pretexto estabelecido pelo próprio regime de Maduro a outra coisa”, disse o assessor em entrevista à emissora Fox News.

“Se o governo da Venezuela tem informações indubitáveis que quer nos apresentar e que mostre uma possível violação da lei penal dos EUA, as analisaremos seriamente”, acrescentou.

O presidente venezuelano responsabilizou em várias ocasiões os Estados Unidos de tramar um complô contra seu governo, embora desta vez tenha atribuído a autoria do suposto atentado ao presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, que está nos últimos dias de mandato, e à “extrema-direita” do país vizinho e da própria Venezuela.

Segundo o ministro de Informação venezuelano, Jorge Rodríguez, o atentado foi cometido com “drones que continham explosivos” e que foram detonados perto do palanque onde Maduro discursava por ocasião da comemoração dos 81 anos da Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar do país).

Um suposto grupo autodenominado “Soldados de Flanela” se pronunciou no Twitter para reivindicar a autoria do atentado, o qual chamou de “Operação Fênix”, e disse ser composto por “militares e civis patriotas e leais ao povo da Venezuela (…) baseados em argumentos legais e constitucionais.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Trump deve estar por trás disso, pois a Venezuela com sua Revolução Bolivariana Comunista vai fazer com que todos os países da América Latina se aliem à Maduro, ameaçando a liderança política dos EUA nas Américas!
    Maduro está mostrando que se pode acabar com a pobreza se você realiza a Revolução Bolivariana Comunista , pois mais de quatro milhões de venezuelanos já saíram do país e os que ficaram estão morrendo de fome e de doenças! Daqui a dez anos não vai haver mais nenhum pobre na Venezuela!
    Nem os EUA conseguiram acabar com a pobreza de uma forma tão rápida como a Venezuela!
    O que dizer daqueles ‘cidadãos’ que zombavam de Lula, quando Lula dizia que a Venezuela era um exemplo para o Brasil, pois “vendia democracia”….
    Como diria o ex-Senador Mão Santa: “A ignorância é audaciosa!”…

  2. Avatar

    Se fossem os americanos teriam tido exito na operação…

Untitled Document