>
quarta-feira, 6 de julho de 2022 - 03:58 h

TEMPO REAL

 

Capa / Internacional / No Dia Mundial de Combate à Aids, papa pede solidariedade a vítimas

No Dia Mundial de Combate à Aids, papa pede solidariedade a vítimas

Matéria publicada em 1 de dezembro de 2021, 11:59 horas

 


Ele lembrou que, em algumas áreas, não há acesso a cuidados essenciais

O Papa Francisco participa da audiência geral semanal no Vaticano,
Itália  –  O papa Francisco pediu nesta quarta-feira (1º) mais solidariedade com aqueles que sofrem com o vírus HIV, para garantir os cuidados dos que vivem nos lugares mais pobres do mundo.

Em sua audiência geral, Francisco disse que o Dia Mundial de Combate à Aids é uma ocasião importante para lembrar das pessoas afetadas pelo vírus. Em algumas áreas do mundo não existe acesso a cuidados essenciais, disse ele.

A UNAids, programa de combate ao HIV e à aids, da Organização das Nações Unidas (ONU) sediado em Genebra, afirmou na segunda-feira que a pandemia de covid-19 está minando a reação à aids em muitos locais, e que os serviços para pessoas que usam remédios contra HIV sofreram transtornos em 65% dos 130 países pesquisados.

“Espero que possa haver um compromisso renovado de solidariedade para garantir cuidados de saúde eficientes e igualitários (para aqueles com HIV-Aids)”, disse o papa.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 37,7 milhões de pessoas conviviam com o HIV no final de 2020, mais de dois terços delas na África.

No mês passado, Francisco escreveu uma carta a Michael O’Loughlin, jornalista norte-americano que escreveu um livro sobre o trabalho de católicos que ajudaram vítimas da aids no início da crise surgida nos anos 80.

“Obrigado por iluminar as vidas e dar testemunho dos muitos padres, mulheres religiosas e leigos que escolhem acompanhar, apoiar e ajudar seus irmãos e irmãs sofrendo de HIV e aids, com grande risco para sua profissão e reputação”, escreveu o papa na carta.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Ateu abaixo da linha da pobreza

    Demagogia pura! Ser solidário é doar parte dos bilhões em ouro e pedras preciosas cravejadas nas paredes e tetos de igrejas e templos de qualquer religião mundo afora e investir em ciência e bem estar social. Assim é mole o #ficaemcasa!!!

Untitled Document