quinta-feira, 2 de dezembro de 2021 - 15:24 h

TEMPO REAL

 

Capa / Internacional / ONU elogia decisão do STF de manter aberta fronteira com a Venezuela

ONU elogia decisão do STF de manter aberta fronteira com a Venezuela

Matéria publicada em 7 de agosto de 2018, 08:32 horas

 


A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, rejeita decisão de fechar fronteira do Brasil e Venezuela. (crédito AB)

Brasilia – A Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) elogiou, hoje,  a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF)  de rejeitar uma decisão judicial prévia de fechar a fronteira do Brasil com a Venezuela para evitar a entrada de refugiados e imigrantes ao país.

Um juiz federal do estado de Roraima ordenou no domingo a suspensão temporária da entrada de venezuelanos por terra até que houvesse um equilíbrio entre o número de imigrantes que chegam desde o país vizinho com os que saem para outras cidades brasileiras.

A decisão foi cancelada pelo STF no dia seguinte, algo que foi aplaudido hoje pela Acnur. “Aplaudimos a decisão do Supremo. O Governo brasileiro, até agora, assegurou o acesso ao território a refugiados venezuelanos e imigrantes que necessitam de proteção e lhes proporcionou acesso aos serviços básicos”, destacou em entrevista coletiva William Spindler, porta-voz da Acnur.

Spindler lembrou que a Acnur ajudou as autoridades a registrar os recém-chegados e proporcionar os serviços necessários e também estabeleceu um programa voluntário de mudança de venezuelanos para outros estados do Brasil. Até o momento, foram  encaminhados de Roraima para outros estados 800 venezuelanos, especificou o porta-voz.

Spindler disse que no passado houve tensões entre os recém-chegados e a população local, mas que atualmente a situação se mantém calma. Roraima recebeu cerca de 50 mil venezuelanos que elevaram significativamente a demanda de serviços públicos na região.

O Governo declarou em fevereiro “situação de vulnerabilidade” em Roraima e desde então iniciou medidas de assistência humanitária para os imigrantes venezuelanos.  Spindler afirmou que, de média, seguem chegando cerca de 200 venezuelanos por dia a Roraima.

Segundo dados oficiais, desde o começo deste ano até 30 de abril, 32.744 venezuelanos tinham apresentado solicitações de asilo no Brasil. Além disso, outros 25 mil obtiveram outro tipo de documento migratório que lhes permite ficar no Brasil. No total, neste ano, 117 mil venezuelanos apresentaram solicitações de asilo em diversos países do mundo, especificou Spindler.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

9 comentários

  1. ONU é uma instituição mais nojenta do mundo já q eles querem q país abram suas portas p venezuelanos levem eles p ONU deixem eles ocupar os imensos prédios espalhados pelo mundo e a Rosa Weber q liberou a entrada deles levem eles p casa dela!!!

  2. Essa descarada,alem de disfrutar do gordo salario as custa de um povo falido e pobre, agride a nossa soberania deixando entrar todo tipo de gente, o brasil esta a beira de um colpso, cada vez mais sulgado e corrompido.
    a economia Roubada nao esta aguentando muito mal os brasileiros,mais sei que o plano desses sangue sugas desgracados e minar e destruir toda ordem e economia, e depois sairem daqui com seu dinheiro para viver me outro pais, e deixar o povo na miseria e fodido… acorda Brasil o comunismo esta destruindo tudo

    • Realmente. Com essa sua gramática de aluno do ensino fundamental, e suas palavras de baixo calão, onde o respeito aos demais leitores não procede. Infelizmente estaremos acabados.
      A falta de cultura é uma coisa. A falta de respeito é outra.

    • Geninha, você deve ser um menininha de 7 anos, pois não sabe que quem acabou com o país criando a Maior Crise Econômica, segundo os dados do IBGE, foi o PT com a Dilma, que colocou 14000000 de pessoas na rua da amargura!!!
      Como diria o ex-Senador Mão Santa: “A ignorância é audaciosa!”…

    • Comentário típico de cidadão de segunda classe. Pobre financeirame, q não é demérito algum, mas pobre de educação e princípios…………..

    • Minha cara velhota. Com acéfalos não se discute.ainda mais as q estão em contagem regressiva. Vá aproveitar o tempo q lhe resta em vez de ficar disseminando ódio seletivo. Saia desse quarto humilde e vá arrumar o q fazer………fui……

  3. O governo brasileiro deve cobrar que a Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), doe dinheiro e todos os outros tipos de ajuda necessários para abrigar estas pessoas, já que estamos fazendo nossa parte que ela também o faça, não com paleativos apenas mas com ações que possam gerar empregos e dar condições de vida para os mesmos, e sem dúvida para os milhões e desempregados brasileiros que atualmente vivem na miséria total. Se os políticos brasileiros tivessem um mínimo de consciência reduziram os gastos com eles mesmos e com seus assessores que tem salários exorbitantes, isto resolveria uma grande parte dos nossos problemas.

  4. O Brasil não pode fechar as fronteiras com a Venezuela, pois tem culpa na manutenção daquele regime ditatorial comunista implantado por Hugo Chavez e continuado por Maduro!
    Desde 2002, Lula com o apoio do PT enviou bilhôes de dólares para ajudar na construção da infraestrutura venezuelana, como o Metro em Caracas! E, se não bastasse isso, Lula mandou para a Venezuela seu próprio marqueteiro político para que Maduro sempre conseguisse manter o poder ditatorial e fosse reeleito!
    Caraca, levei um baita susto quando o juíz federal pediu o fechamento da fronteira!
    Como diria o ex-Senador Mão Santa: “A gente faz apenas uma vez na vida: nascer, morrer e votar no PT!”…

  5. O Brasil não dá conta nem de dar um vida digna do trabalhador brasileiro, ainda cria situação de entrada de Venezuelanos irregulares no Brasil, segurança, educação, saúde, um caos, e os juizes do STF, ministros, deputados cada vez mais corruptos.

Untitled Document