>
sexta-feira, 27 de maio de 2022 - 23:07 h

TEMPO REAL

 

Capa / Internacional / Presidente visita Suriname para negociar acordos bilaterais

Presidente visita Suriname para negociar acordos bilaterais

Matéria publicada em 20 de janeiro de 2022, 16:49 horas

 


Bolsonaro almoça com presidentes do Suriname e da Guiana

Paramaribo- O presidente da República, Jair Bolsonaro, está no Suriname, em visita oficial, para tratar com o presidente do país vizinho, Chandrikapersad Santokhi, de acordos bilaterais em áreas como energia, infraestrutura, segurança e defesa. O avião com o presidente pousou na capital, Paramaribo, por volta das 13 h. Após ser recepcionado, Bolsonaro se deslocou para o palácio presidencial onde participa de um almoço com Santokhi e o presidente da Guiana, Irfaan Ali. Na ocasião, os três chefes de Estado vão discutir projetos de interesse comum.

Além das questões na área de energia e infraestrutura, os líderes também devem discutir agendas nas áreas de comércio, investimentos, segurança, defesa, cooperação técnica e questões da pauta regional. Amanhã (21), Bolsonaro fará uma visita à capital da Guiana, Georgetown.

“A viagem presidencial ocorre no contexto do fortalecimento das relações bilaterais, em cenário de retomada do diálogo estratégico entre os governos e de perspectivas de maior desenvolvimento econômico e social no Suriname e na Guiana, impulsionado pelas descobertas recentes de petróleo e gás”, informou o Ministério das Relações Exteriores.

Fonte: Agência Brasil*


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. Como passeia esse presidente.Mais uma viagem de turismo, com o dinheiro do povo.

  2. Brasileira com muita fé.

    Parabéns presidente, só de não etá negociando com países comunistas já valeu apena a visita ao Suriname.

    Na época de um ex-presidente mais corrupto da nossa história, as visitas realizadas eram sempre em países comuinstas que nada agregaram para o nosso país.

    Meus sentimentos pela morte de vossa mãe meu amado presidente, eu e minha familia estamos com o senhor.

    • Falta-lhe informações que não sejam as que circulam no Zap. Primeiro,não existe mais comunismo no planeta.Segundo, se não tivéssemos negócios com a China, não teríamos vacinas, remédios e outros insumos ( teríamos de estar engolindo Cloroquina, Ivermectina, etc…);e o Agronegócio, sem vender para aquele país, teria que encuzar grande parte da produção de soja, carne, etc.
      Quanto aos sentimentos pela perda da mãe, ninguém da Oposição vai tripudiar em cima desse falecimento, ao contrário do que a familícia das rachadinhas e seu gado simpatizante fizeram quando da perda dos parentes do ex-presidente Lula.A diferença de caráter é muito grande.

  3. Enquanto isto a mãe dele morre e este energúmeno viajando para o Suriname !

  4. SURINAME TEM UMA ECONOMIA MUITO FORTE ,EM BREVE ESTARÁ NOS BOTECOS NEGOCIANDO PREÇOS DO TIRA GOSTO .

Untitled Document
close