quinta-feira, 13 de maio de 2021 - 15:26 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / A astrofísica para os apressados

A astrofísica para os apressados

Matéria publicada em 7 de maio de 2018, 13:27 horas

 


Novo livro do Neil deGrasse Tyson resume o cosmos; ‘Astrofísica Para Apressados’ está saindo pela editora Planeta

“Astrofísica Para Apressados” é o novo livro do astrônomo e divulgador Neil deGrasse Tyson. A versão brasileira está saindo pela editora Planeta, responsável pelos livros anteriores do autor, “Origens” e “Morte no buraco negro”. O livro tenta explicar de modo sucinto o que é o universo, o que significa aquele céu estrelado que brilha sobre nossas cabeças nas noites de céu claro, de onde viemos e tudo o mais.
Há quem ache que o maior defeito do livro é ser resumido demais. Mas essa é a proposta da obra. Resumir o conhecimento moderno da astrofísica e da cosmologia para aquelas pessoas modernas que acham que leitura é uma chatice e não tem tempo para nada. Nas páginas iniciais o autor diz: “Quem nunca olhou para o céu em uma noite estrelada e se perguntou: “Que lugar ocupo no espaço?”, “O que tudo isso significa?”, “Como funciona?”. Na verdade hoje em dia as pessoas estão ocupadas demais olhando para as telinhas dos telefones celulares para olhar para o céu estrelado. Mas quem viaja pelo mar, ou mora no interior, não tem como escapar do universo lá em cima.
O cidadão comum se contenta com explicações simples. Tipo, foi Deus que fez tudo isso. O espaço é o mistério de Deus e não devemos tentar compreendê-lo. Felizmente alguns seres humanos não se contentam com esse tipo de pensamento fechado. E procuram aprender um pouco mais sobre o mundo em que vivemos em livros como este do Tyson.
É claro que ninguém vai virar expert na ciência das estrelas lendo um livro como “Astrofísica Para Apressados”. Mas ele pode servir de introdução. Quem quiser aprender mais pode procurar outras obras menos resumidas.
Em tempo, a astrofísica é a ciência que estuda a composição e estrutura dos corpos celestes. Diferente da astronomia de posição que só se interessa pelas coordenadas celestes dos vários planetas e estrelas. A astrofísica desmentiu a afirmação do filósofo Auguste Conte de que o homem nunca conheceria a composição das estrelas, porque elas estão longe demais. Logo depois inventaram a espectroscopia, que nos deu a composição química dos astros através da luz que eles emitem.

Resumo: O universo em explicações rápidas

Por Jorge Luiz Calife
[email protected]

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document