sexta-feira, 15 de outubro de 2021 - 21:12 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / A Era de Ultron começa na próxima semana

A Era de Ultron começa na próxima semana

Matéria publicada em 16 de abril de 2015, 06:16 horas

 


Heróis da Marvel enfrentam robô exterminador do presente, criado pelo Tony Stark como uma espécie de ajudante cibernético para os super-heróis de plantão 

capa (1)

Pré-estreia: Filme pode ser conferido no Cine Show Agulhas Negras, na quarta-feira (22), na sessão das 21h (Foto: Divulgação)

O novo filme dos super-heróis da Marvel, “Vingadores: Era de Ultron” chega ao Brasil na próxima quinta-feira, dia 23. Mas quem não conseguir esperar mais pode ir a pré-estreia no Cine Show Agulhas Negras, em Resende, na quarta-feira, um dia antes. O filme mais esperado do ano mostra o Capitão América, Homem de Ferro, Thor, Viúva Negra, e o Incrível Hulk lutando contra um super-robô que planeja exterminar a humanidade. No estilo do “Exterminador do Futuro”, que está para ganhar mais uma continuação. A diferença é que esse exterminador veio do presente e foi criado pelo Tony Stark como uma espécie de ajudante cibernético para os super-heróis de plantão.

A ideia de um robô como oponente de super-heróis vem da DC Comics, que criou o Brainiac, na década de 1950, para substituir o Lex Luthor como maior inimigo do Super Homem. Infelizmente os filmes baseados em personagens da DC Comics nunca foram além das intermináveis versões da origem do Batman e do Homem de Aço. Em 1980, há 35 anos, o diretor Richard Donner criou um roteiro onde o Superman (Christopher Reeve) e sua prima Kara (Helen Slater) uniam forças para enfrentar um ataque do Brainiac. Mas a ideia não foi aprovada pela Warner.

 Atores e personagens

Daí que ficou para a Marvel a oportunidade de transformar esse conceito em um filme. Com a vantagem que hoje, no século XXI, existe toda uma tecnologia de computação gráfica capaz de criar cenas de destruição em massa que seriam impossíveis no cinema do século passado.  Mas o que torna os filmes dos Vingadores uma diversão garantida não são apenas os efeitos especiais. É o time de atores, que já encontrou o tom certo para cada um dos personagens.  Chris Evans transmite com perfeição a honestidade e a pureza de caráter do Capitão América. Um herói a moda antiga que não tem duvidas sobre a sua missão e o seu objetivo no mundo. Convidado pelos companheiros a combater um super-robô assassino ele responde, com toda a simplicidade: “Tudo bem, eu não tenho nada planejado para amanhã”.

Robert Downey Jr, também já se ajustou como uma luva a personalidade do playboy/inventor Tony Stark. Pode-se dizer que ele é o Homem de Ferro e fica difícil imaginar o personagem na pele de outro ator. O Hulk é diferente, já que na maior parte do tempo ele é um boneco de computação gráfica e cabe ao ator, Mark Ruffalo dar voz a ele. O que também é um trabalho importante. Ultron, o vilão da história, não seria tão ameaçador se não fosse à voz do James Spader.

Scarlett Johansson continua perfeita como a Viúva Negra. Nos quadrinhos a personagem é bem mais alta e encorpada, mas Johansson, com sua voz rouca, interpreta tão bem o personagem que a gente nem nota que ela só tem um metro e sessenta de altura. Ela é uma resposta da Marvel a Mulher Maravilha da DC ainda que sua origem, como espiã russa dos tempos da guerra fria seja diferente.

 Direção, personagens novos, expectativa

A ideia por trás do Ultron lembra um pouco aquele filme “Eu robô” com o Will Smith. Uma inteligência artificial é criada para proteger os seres humanos, mas conclui que o mundo só terá paz se os humanos forem exterminados. Como o Brainiac, Ultron também parece capaz de se multiplicar e criar cópias de si mesmo, o que torna mais difícil o trabalho do nosso time favorito de super-heróis.

A direção é de Joss Whedon e o filme foi rodado nos estúdios de Shepperton na Inglaterra, com locações em locais distantes como Coréia do Sul, Bangladesh, Itália e África do Sul. Samuel L. Jackson continua a interpretar Nick Fury, o ex-diretor da Shield (Dissolvida no último filme do Capitão América) e agora comandante dos Vingadores. Entre os personagens novos estão A Feiticeira Escarlate, interpretada pela Elizabeth Olsen e o Quiksilver vivido pelo Aaron Taylor Johnson. Resumindo, “Vingadores: Era de Ultron” é tudo que um fã de quadrinhos pode esperar de um filme.

Jorge Luiz Calife /[email protected]


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document