quarta-feira, 19 de janeiro de 2022 - 01:41 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / A volta do ‘Kung Fu Panda’ e os ‘Cinquenta Tons de Preto’

A volta do ‘Kung Fu Panda’ e os ‘Cinquenta Tons de Preto’

Matéria publicada em 3 de março de 2016, 10:00 horas

 


Animação é a principal estreia da semana; primeiro ‘Kung Fu Panda’ é ótimo e gerou uma série de produtos e continuações

as

Pela região: Estreias da semana são leves e prometem divertir (Foto: Divulgação)

 
Um filme de animação é a principal novidade nos cinemas esta semana. “Kung Fu Panda 3” traz de volta Po, aquele urso panda gordo que luta Kung Fu, enfrentando uma nova ameaça. Já para quem gosta do humor besteirol tem “Cinquenta Tons de Preto”, que será exibido apenas em Resende. Como vocês devem ter imaginado, o filme é uma sátira a saga erótica feminina dos “Cinquenta Tons de Cinza”. Um filme perfeito para ser esculhambado com uma sátira. E, finalmente, para aquelas que desistiram de sonhar com príncipes encantados, como o senhor Grey, tem a comédia romântica “Como Ser Solteira”.

O primeiro Kung Fu Panda chegou aos cinemas em 2008, dirigido pela dupla Mark Osborne e John Stevenson. O folclore da China já tinha sido abordado no “Mulan” da Disney, mas os diretores da Dreamworks resolveram brincar com os filmes de Kung Fu que tinham voltado a fazer sucesso depois da produção chinesa “O Tigre e o Dragão”. O primeiro Kung Fu Panda é ótimo e gerou uma série de produtos e continuações como o Kung Fu Panda 2, dirigido por Jennifer Yu em 2011.

Jennifer Yu volta a comandar as aventuras de Po, desta vez em parceria com o diretor Alessandro Carloni. O elenco de vozes originais mantém o Jack Balck como Po, o Dustin Hoffman como Shifu e a Angelina Jolie como a Tigresa. Aqui na região o filme será exibido em cópias dubladas, afinal, as crianças não estão nem aí para a voz da Angelina Jolie. O filme retoma a história a partir do segundo episódio, que terminava com Po reencontrando seus pais em um vilarejo nas montanhas, habitado por toda uma tribo de pandas.

No lugar de viver feliz para sempre nosso herói peludo enfrenta uma nova ameaça. Um vilão sobrenatural, chamado Kai, que percorre a China derrotando todos os mestres do Kung Fu. Para enfrentá-lo, Po sozinho não é suficiente. Ele resolve treinar todos os pandas do vilarejo nas artes marciais. Afinal, se um panda lutador de Kung Fu é poderoso, um exército de pandas pode ser invencível.

O filme será exibido em 3D, como é moda hoje em dia.

Comédia

Em Resende tem a comédia besteirol “Cinquenta Tons de Preto” que brinca com o sucesso dos best-sellers da escritora E.L.James. A história é a mesma, uma estudante inexperiente encontra um rico homem de negócios cujas práticas sadomasoquistas colocam em jogo o relacionamento dos dois. Só que aqui é tudo feito para provocar gargalhadas. Curiosamente, o cartaz do filme aí ao lado é uma imitação do pôster de “007 Somente Para Seus Olhos”, de 1981. Que tinha o herói emoldurado pelas pernas da heroína usando um maiô cavadão igualzinho. A diferença é que a mocinha do James Bond usava sandálias douradas de salto alto. Não o chicotinho e as botas do ritual masoquista.

Jane Seymour, que foi Bond Girl naqueles tempos, faz um papel secundário. Coitada, é a decadência.

Romântica

Dakota Johnson, que foi a heroína Anastasia Steele no “Cinquenta Tons de Cinza” volta às telas na comédia romântica “Como Ser Solteira”. Parece que ela ainda não conseguiu arrumar um marido e faz parte de um grupo de jovens solteiras e disponíveis vivendo na selva de Nova Iorque. Suas companheiras de aventuras amorosas na Grande Maça incluem a gordinha Rebel Wilson, a ruiva Alisson Brie e a loira Leslie Mann. Mann é uma médica obstetra que acredita que não precisa de um homem nem de filhos para ser feliz. Lucy (Alisson Brie) é obcecada pela busca pelo homem perfeito e vive pesquisando a internet em busca do par ideal.

Wilson adora festas e Johnson é a irmã mais nova de Mann que se envolve com um ex-namorado de Lucy. Quem viu o filme no exterior gostou da evolução que as personagens vão sofrendo ao longo da história. A direção é Christian Ditter e foi tudo filmado, como era de se esperar, na ilha de Manhattan e adjacências.

 
Por Jorge Luiz Calife
[email protected]


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document