>
domingo, 14 de agosto de 2022 - 02:50 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Artista de Volta Redonda reflete a paternidade em single

Artista de Volta Redonda reflete a paternidade em single

Matéria publicada em 24 de dezembro de 2019, 07:01 horas

 


Tiago Rosas canta as tramas da paternidade no single ‘Outro Neném’; faixa estará presente no primeiro disco do cantor, previsto para 2020

Volta Redonda – Depois do homem boêmio e conquistador tão comumente cantado na música brasileira, chegou a vez do pai de família com boletos para pagar e fraldas para trocar. Essa é a premissa de “Outro Neném”, novo single do cantor e compositor Tiago Rosas, que chega pelo selo Cantores del Mundo. Trazendo uma visão bem-humorada sobre a grande transformação causada pela paternidade, o artista propõe uma melodia igualmente cadenciada para simbolizar as constantes mudanças que esse período traz.
A canção foi composta ao longo de algumas madrugadas durante o período em que a esposa de Tiago, àquela época grávida, e seu primeiro filho dormiam. Indo da ansiedade pelas responsabilidades da vida adulta à descontração necessária para encarar os desafios do dia a dia, a composição brinca com ritmos e frases cortadas para representar a rotina imprevisível de uma casa habitada por crianças.
– Aproveitei esse tema para cantar um eu-lírico muitas vezes apagado ou esquecido no cancioneiro popular. Enquanto ouvimos bastante sobre o sujeito livre que pode a todo instante se transformar, experimentar, atravessar madrugadas, ser muitos de uma só vez e não ser ninguém, pouco se ouve sobre um outro sujeito que agora tem casa, filhos e responsabilidades inadiáveis – reflete o artista, sem se lamentar. “O corte brusco, no meio da letra, para a realidade da casa com seus compromissos, dá uma pitada de humor importante”, entrega.
A melodia dá ênfase a uma levada rítmica bem marcante e repetitiva, uma característica que, em diferentes medidas, permeia todo o disco “Crenças e Tramas”. Fruto de uma bem-sucedida campanha de financiamento coletivo, o álbum de Tiago Rosas traz à tona a experiência de anos dedicados à música misturada ao frescor de uma voz que se destaca no cenário da nova música brasileira. Seja como intérprete, instrumentista ou compositor, Rosas entrega uma poética crua que ganha forma com as influências rítmicas do rock, funk e jazz com harmonias e melodias da MPB. Antes de “Outro neném”, também já foram reveladas “É o homem” e a faixa-título, ambas com clipe.
– Dediquei-me a compor canções mais ousadas, que reivindiquem a existência através da matéria rotineira do dia a dia. O cotidiano simultaneamente como fonte de inspiração e lugar de expressão. Apenas a potência desse próprio ser, desse fazer, desse cantar. O álbum assume a levada rítmica da música estrangeira para também fazer soar melodias e harmonias reconhecíveis na música brasileira. Uma canção que tenha elementos fáceis e reconhecíveis, mas que juntos, produzam uma narrativa surpreendente – adianta Tiago Rosas.

‘Outro Neném’: Novo single do cantor e compositor Tiago Rosas chega pelo selo Cantores del Mundo (Fotos: Divulgação)

Novidade para 2020

O álbum “Crenças e Tramas” será lançado no primeiro semestre de 2020 pelo selo Cantores del Mundo, cujo objetivo é criar uma ponte entre as diferentes sonoridades do Brasil e seus países vizinhos, estreitando laços sonoros. Fundada por Tita Parra, neta da lendária folclorista chilena Violeta Parra, a gravadora é atualmente gerida por Arthus Fochi (que participa do coro de “Outro Neném”) e Guilherme Marques (responsável pela gravação e mixagem da faixa). Também participam Hugo Noguchi (baixo e coro) e Lucas Fixel (bateria e coro). Já a masterização foi feita por Alexandre Rabaço.

Ficha técnica

Letra e música: Tiago Rosas
Voz e violão: Tiago Rosas
Baixo: Hugo Noguchi
Bateria: Lucas Fixel
Coro vocal: Arthus Fochi, Lucas Fixel e Hugo Noguchi
Gravação e Mixagem: Guilherme Marques
Masterização: Alexandre Rabaço
Selo Cantores del Mundo

Som: Melodia dá ênfase a uma levada rítmica bem marcante e repetitiva

Conheça a letra de “Outro Neném”

Eu pisava no meio da noite
Girava os afetos, suava a cachaça, desprezo e magia
Eu pensava que a noite era esquina, feitiço de ventos
Soprando calores e tanta euforia nessa direção
Revirava-me o sangue em vapor
Quanto mais ardia essa brisa

Eu abria meus cofres à noite, curral de fantasmas
Memórias e sonhos bailando sem trilha
Eu fazia contornos na noite, jurava fronteiras
Cruzando algazarras, soprava bueiros pra mente varrer
A resposta de espuma e prazer
Quanto mais vadio

Depois vem a casa e os filhos
Dizem que vem
O Sol aquecendo os meus trilhos
Dizem também
Olheira, calo e couraça
Do jacaré
Confundem o passo e a graça
Escalda pé alivia

Anoiteço sem noite, sem rua
Sem beijo, sem nude
Sem teima, sem duo
Sem laia, sem cuia

Anoiteço na franja do dia
Em plena alvorada boletos e fraldas
Boiando no tanque prestes a vencer
Minha fome de sono e prazer
Quanto mais fastio

Depois vem a rede Domingo
Dizem que vem
As flores lá fora florindo
Outro neném

A faixa pode ser ouvida nas plataformas de streaming (http://smarturl.it/OutroNenemSingle)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document