terça-feira, 22 de junho de 2021 - 11:02 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Com novo formato, projeto musical ‘Dias Melhores’ é ampliado em Resende

Com novo formato, projeto musical ‘Dias Melhores’ é ampliado em Resende

Matéria publicada em 6 de maio de 2021, 10:26 horas

 


Projeto agora alcança os pacientes e seus familiares

Com o novo formato do projeto musical, o Hospital de Emergência ganhou um novo aliado no processo de recuperação dos pacientes e interação com as famílias – Foto: Carina Rocha(PMR).

Resende- Graças a uma parceria entre o Hospital Municipal de Emergência (HME) Henrique Sérgio Gregori e a Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda (FCCMM), o projeto musical “Dias Melhores” foi ampliado e, agora, alcança os pacientes e seus familiares, além de toda a equipe multidisciplinar da unidade hospitalar.

Com este novo formato do projeto musical, o Hospital de Emergência, situado no bairro Jardim Jalisco, ganhou um novo aliado no processo de recuperação dos pacientes e interação com as famílias e a equipe multidisciplinar: o projeto acontece toda quinta-feira, às 15h, tendo como atração parte da Banda da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda (FCCMM).

O projeto original “Dias Melhores”, idealizado pela Banda da Casa da Cultura, foi adaptado para acontecer uma vez por semana no HME, levando musicalidade tanto para os usuários da saúde quanto para os profissionais do hospital. O intuito é promover o resgate das boas sensações da vida, divertimento e, por fim, um momento de leveza e reflexão nos momentos de dor e tristeza, principalmente, nesta pandemia contra o novo coronavírus (Covid-19). A nova proposta faz parte do processo de humanização do atendimento geral da unidade, que envolve os pacientes, seus entes queridos, os músicos e a equipe multidisciplinar. O projeto também visa valorizar os profissionais da área. Vale destacar que o desenvolvimento do projeto nos ambientes da unidade hospitalar segue respeitando todos os protocolos de segurança sanitária em razão da pandemia.

A psicóloga do Hospital de Emergência, Cristina Camões Sampaio Neves, explicou que a inclusão do projeto no dia a dia do Hospital Municipal de Emergência de Resende faz parte da proposta de humanização do cuidado ofertado.

— A finalidade é proporcionar um momento de bem-estar, uma vez que a música é, por si, um recurso terapêutico e tem o potencial de estimular sentimentos positivos, como prazer e tranquilidade, podendo contribuir com o equilíbrio emocional. A ideia é levar alegria e descontração em um momento difícil, que é a hospitalização. Isso acontece por meio do contato entre pacientes, familiares e equipe que participam do show mais intimista. Além disso, é uma oportunidade de homenagem aos trabalhadores da instituição, que são reconhecidos por todo esforço desempenhado no cotidiano na unidade, intensificado em virtude da pandemia. O projeto “Dias Melhores” começou a ganhar novo layout no Natal de 2020, após uma articulação entre o Setor de Psicologia do HME e a Casa da Cultura, com os músicos escalados da banda. A nova versão do projeto foi oficializada no dia 15 de abril com uma apresentação interna no HME. É importante salientar que a banda circula nas alas e nos setores da unidade, respeitando as normas internas, a rotina hospitalar e as medidas de segurança sanitária – frisa.

Início

A estreia do “Dias Melhores” aconteceu no pátio do HME, no dia 30 de abril do ano passado, em meio à pandemia, e era voltado aos profissionais da saúde. Na sua primeira versão, a banda atuava nos ambientes de trabalho daqueles profissionais que estavam na linha de frente no combate à doença, salvando vidas ou nos trabalhos executados para a manutenção da ordem pública e da limpeza urbana, entre outros locais considerados serviços essenciais. Com a repaginação do projeto, a equipe de trabalho estabeleceu uma apresentação mais intimista e, ao mesmo tempo, para um público variado nas visitas aos leitos, às alas e aos setores do HME, introduzindo músicos escalados da banda nas quintas-feiras.

Para o presidente da Casa da Cultura, Thiago Zaidan, a inclusão do projeto na rotina do HME semanalmente, traz muitos benefícios. “Esta parceria tem muito significado, pois levamos nossa arte para quem está precisando diretamente e, ao mesmo tempo, para os funcionários da linha de frente. Com isso, buscamos amenizar todo impacto emocional causado pela pandemia por meio da música”, destaca.

Em 2020, o projeto original “Dias Melhores” percorreu vários espaços públicos, entre eles: Nova Santa Casa; Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Cidade Alegria; sede da Guarda Civil Municipal; pátio do Centro Administrativo da Beira-Rio; Centro de Controle de Zoonoses (CCZ); sede da Amar (Agência do Meio Ambiente de Resende), no Parque das Águas; e Hospital Veterinário Público de Resende.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document