quinta-feira, 20 de janeiro de 2022 - 02:37 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Da primeira ‘Guerra nas Estrelas’ a gente nunca esquece

Da primeira ‘Guerra nas Estrelas’ a gente nunca esquece

Matéria publicada em 26 de abril de 2015, 15:36 horas

 


Filmes ganham nova edição em blu-ray com a versão restaurada

Inesquecível: A abertura original, na nitidez do blu-ray

Inesquecível: A abertura original, na nitidez do blu-ray

Os fãs de “Guerra nas Estrelas” estão delirando com o novo trailer do episódio 7. Nele um Han Solo geriátrico pilota a Milleniun Falcon até o planeta Tatoine e diz para o peludo Chewbaca: “Chewe estamos em casa!”. O filme só chega aos cinemas em dezembro, mas os entusiastas da saga dos Jedi já podem rever os seis episódios anteriores na alta definição do blu-ray. De todos meu favorito é o primeiro, ou episódio 4, “Uma Nova Esperança”, de 1977. A abertura desse filme é uma coisa para se ver na tela grande do cinema, mas o blu-ray ajuda a recuperar um pouco a magia do original.

Os letreiros rolam na tela, ao som da música marcial de John Williams. Vemos um céu estrelado, algumas luas, e a superfície de um planeta deserto. Então a tela explode com as cenas de uma batalha. Uma pequena nave, a Tantive 4 da princesa Leia Organa, foge perseguida pelo imenso destroyer estelar do vilão. No cinema a nave parecia deslizar por cima da plateia boquiaberta e nenhuma outra cena, das continuações, jamais se igualou a esta abertura em termos de espetáculo cinematográfico.

O resto do filme também é uma obra prima da cultura pop. A jovem princesa em perigo envia um pedido de socorro. Que é recebido por um jovem e heroico fazendeiro. Com a ajuda de um velho mestre e de um contrabandista estelar eles partem para salva-la. A versão em blu-ray é a versão restaurada em 1996, com algumas imagens de computação gráfica substituindo as antigas trucagens com maquetes. George Lucas também se rendeu a onda do politicamente correto e eliminou a cena em que o Han Solo atirava primeiro no Greedo na cantina.

A versão restaurada tem imagem impecável o que permitiu esta edição em blu-ray. O box inclui os outros filmes, com destaque para “O Império Contra-ataca”, de 1980, onde Luke fica sabendo que o vilão, Darth Vader, é na verdade o seu pai. E para “A ameaça fantasma” com a Nathalie Portman no papel de rainha de Naboo e uma espetacular viagem de submarino pelo núcleo do planeta.

Dizem que George Lucas queria filmar Flash Gordon, não deixaram e ele inventou Star Wars. Ainda bem.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document