sábado, 31 de julho de 2021 - 01:47 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / E o ‘Pequeno Príncipe’ continua a fazer sucesso

E o ‘Pequeno Príncipe’ continua a fazer sucesso

Matéria publicada em 30 de março de 2015, 06:46 horas

 


Livro de Saint Exupéry ainda está na lista dos mais vendidos, é um clássico da literatura, e já foi traduzido do francês para mais de 250 idiomas e dialetos

Eterno: Livro não perdeu sua popularidade (Foto:Divulgação)

Eterno: Livro não perdeu sua popularidade (Foto:Divulgação)

“O Pequeno Príncipe” de Antoine Saint Exupéry continua a fazer sucesso em pleno século XXI. Outro dia ele estava aí ao lado, na lista dos mais vendidos. Uma façanha e tanto para um livro escrito na década de 1940. Houve uma época em que o livro teve a má fama de ser o favorito das misses. Foi na década de 1960 quando os concursos de beleza faziam sucesso na televisão brasileira. As candidatas eram entrevistadas e nove entre dez apontavam “O Pequeno Príncipe” como seu favorito. Mas o livro é um clássico da literatura, e já foi traduzido do francês para mais de 250 idiomas e dialetos. É considerado o melhor livro da literatura francesa no século XX.

A história do pequeno príncipe extraterrestre, que encontra um piloto francês nos desertos do norte da África, nasceu das experiências do autor. Antoine Saint Exupéry foi um dos mais famosos pioneiros da aviação. Junto com outros aviadores franceses ele criou o Serviço Aeropostal, que transportava correspondência entre Marselha na França e Buenos Aires na Argentina. Enquanto voava em pequenos aviões de madeira ele começou a escrever sobre suas experiências, em um estilo poético que logo conquistou um grande número de leitores.

Em dezembro de 1935 o avião de Exupéry fez um pouso forçado no deserto de Saara e o autor, e seu navegador levaram quatro dias para serem resgatados. Desidratados os dois viram miragens e sofreram alucinações. O que inspirou o autor a escrever a história do piloto perdido no deserto que encontra um habitante de um pequeno asteroide.

O livro virou filme na década de 1970 e peça de teatro. No Brasil “O Pequeno Príncipe” foi traduzido pela editora Agir e está disponível em duas versões. A edição simples custa apenas R$ 13 reais, e a mais elaborada, com capa azul e tradução do Ferreira Gullar sai por vinte reais. Além dessas tem uma série de aventuras com o personagem escritas por autores contemporâneos, mas que não fazem parte dos textos originais, publicados em 1944. Saint Exupéry não viveu para ver o sucesso de seu personagem e morreu durante a Segunda Guerra Mundial, quando seu avião P-38 caiu no mar Mediterrâneo.

 Jorge Luiz Calife|  [email protected]


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Amei essa matéria sobre Antoine Saint Exupéry.

Untitled Document