Em ‘Jackie Brown’, Tarantino faz belo trabalho de direção

Por Diário do Vale

Por Folhapress

Se “Jackie Brown” (1997) me parece o mais interessante dos filmes de Quentin Tarantino, isso se dá, em boa parte, porque por uma vez o cineasta americano enfrentou de cara o mundo real. Não raro, o modo de narrar, com algum truque engenhoso, ganha a frente “Pulp Fiction”. Ou a referência cinematográfica é o que se impõe “Django Livre”, “Kill Bill” etc. Isso pode render prestígio. No entanto, mais difícil é encarar a história de uma modesta aeromoça que trabalha para um traficante e, de repente, se vê com a polícia às suas costas. Sem dúvida, o livro de Elmore Leonard, adaptado pelo cineasta, tem a ver com isso. Mas o brio com que a ação é levada, a simplicidade difícil, a tensão que ele mantém são méritos de um belo trabalho de direção. E trazer Pam Grier de volta ao estrelato não é um mérito menor.

Advertisement
Advertisement

VOCÊ PODE GOSTAR

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996