>
segunda-feira, 4 de julho de 2022 - 10:03 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Escola Vocacionada à Música de Barra Mansa é referência na região

Escola Vocacionada à Música de Barra Mansa é referência na região

Matéria publicada em 29 de abril de 2022, 17:21 horas

 


Secretaria de Educação de Angra dos Reis conhece o modelo de ensino aplicado em Barra Mansa

A unidade recebeu a visita de uma equipe da Secretaria de Educação de Angra dos Reis – Foto: Paulo Dimas(PMBM).

Barra Mansa- A Escola Vocacionada à Música no Ciep-485 – João Batista Barros, no bairro Bom Pastor, é modelo de ensino para outros municípios. Nesta sexta-feira, dia 29, a unidade recebeu a visita de uma equipe da Secretaria de Educação de Angra dos Reis para conhecerem o modelo de ensino aplicado no local, que é o primeiro a desenvolver este formato no país.

O secretário de Educação de Barra Mansa, Marcus Barros, falou do orgulho pelo trabalho reconhecido e do projeto, realizado em parceria com a Seeduc (Secretaria Estadual de Educação), ser referência de ensino.

“Para nós é uma satisfação muito grande estar recebendo essa equipe de Angra dos Reis, que é gerida pelo secretário Paulo Fortunato. A visita é uma forma de feedback do nosso trabalho. Estamos observando que deu certo o que começou lá atrás com a ideia de criar todo esse arcabouço pelo maestro Vantoil, do projeto Música nas Escolas. Hoje temos uma escola específica musicalizada que está recebendo o reconhecimento de outros secretários municipais de Educação. Isso demonstra que é um projeto de sucesso”, destacou Barros.

Uma das diretoras da escola, Saionara Maciel, explicou o trabalho desenvolvido na unidade e falou sobre as visitas que vem recebendo por ser a primeira no país dedicada à música. “Nós já recebemos o município de Pinheiral e hoje estamos com a equipe de Angra. Apresentamos a nossa proposta pedagógica, matriz curricular, os projetos interdisciplinares que acontecem e toda a experiência que estamos adquirindo no nosso dia a dia, desde a escolha dos professores até o funcionamento da unidade. Toda a nossa equipe tem um viés musical; a música permeia todo o processo de aprendizado e as disciplinas estão integradas”, esclareceu.

A equipe de Angra dos Reis, formada pela superintendente Maria Verônica da Silva Ferreira e as coordenadoras Sanchai Chaiene Silva Melo e Francine Torres dos Santos conheceu toda a metodologia , proposta pedagógica, curricular e o direcionamento.

“Estamos estudando levar o projeto para a nossa cidade, então, viemos prestigiar e conhecer a proposta desenvolvida aqui. O que me chamou muito a atenção foi a maturidade musical dos estudantes, que desde o maternal são inseridos na musicalização. Com isso, entendemos o motivo desse estar tão presente na vida escolar”, ressaltou Maria Verônica.

Estudantes recebem palestra sobre empreendedorismo

Além da equipe de Angra dos Reis, nesta sexta-feira, 29, a Escola Vocacionada à Música recebeu a visita do maestro Vantoil de Souza, diretor artístico da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, para uma palestra sobre empreendedorismo com os estudantes da unidade.

Segundo o diretor artístico da escola, Giliade Lima, a experiência apresentada por profissionais como o maestro contribui para o desenvolvimento dos estudantes.

“Nós temos na nossa grade curricular uma matéria que é produção/empreendedorismo e essa palestra do maestro Vantoil vai agregar conhecimento, pois abrirá um leque para eles entenderem todas as áreas e o perfil que eles poderão atuar. Nós recentemente recebemos o Derico Sciotti, multi-instrumentista famoso por integrar o sexteto do Programa do Jô, que apresentou o workshop ‘A História da Música Brasileira, Através da Música’. Esses encontros trazem muita experiência e agregam muito na vivência deles”, disse Giliade.

O maestro Vantoil falou sobre o encontro com os estudantes. “Foi muito bom, conversamos sobre empreendedorismo e a necessidade de transformar os sonhos em realidade. O trabalho desenvolvido tem uma qualidade excelente. A parceria permitirá que esse processo se desenvolva e a Escola Vocacionada faça a interligação entre o atendimento do Projeto Música nas Escolas, feito até o 9° ano do Fundamental, e o início do curso Superior para os alunos”, concluiu Vantoil.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document