segunda-feira, 6 de dezembro de 2021 - 15:30 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Escritores da região lançam livro sobre arte e botânica na biblioteca Municipal de VR

Escritores da região lançam livro sobre arte e botânica na biblioteca Municipal de VR

Matéria publicada em 21 de outubro de 2021, 18:04 horas

 


A professora de Artes, Camila Coutinho e o professor de Biologia Pedro Paulo, foram professores de Gisele de Abreu no ensino fundamental – foto: Divulgação.

Volta Redonda- Três escritores da região resolveram se unir para desenvolver um trabalho literário direcionado para qualquer tipo de público, estamos falando do livro “Ciência e Arte Proseando com a Botânica”, que será lançado nesta quinta-feira, 21, a partir das 18h00, na Biblioteca Municipal de Volta Redonda.

Desenvolvido pelos autores Gisele de Abreu Oliveira Lima, que é de Resende, Camila Coutinho da Silva Santos, de Volta Redonda e Pedro Paulo de Souza, que também é de Resende, o lançamento contará com a presença do secretário municipal de cultura, Anderson de Souza.

Seria mais um lançamento de livro se não fosse pelos personagens. A professora de Artes, Camila Coutinho e o professor de Biologia Pedro Paulo, foram professores de Gisele de Abreu no ensino fundamental da rede pública de Resende, na escola municipal Surubi. Após alguns anos, essa ex-aluna, Gisele, cursou a faculdade e foi estagiária na mesma escola que estudou. Lá reencontrou os professores Camila e Pedro Paulo e viraram amigos de profissão. Agora, no mês do professor, lançam um livro juntos.

De acordo com a professora Camila Coutinho, a obra é indicada para todas as idades. “É claro que as crianças precisam ter a orientação de um adulto, mas o livro é oferecido para todos. E como faz um trabalho interdisciplinar, ciência e artes é uma função prática que você pode executar tipo pai e filho dentro de casa”, disse.

Segundo Camila, a ideia de desenvolver este livro partiu da professora Gisele de Abreu, onde ela traz uma relação afetiva com as plantas e com a botânica desde a infância, que é cultuada pelos avós.

– E quando ela chega à faculdade de biologia, ela fala para o professor Pedro Paulo, que gostaria de fazer uma construção literária que representasse a botânica e conversasse com as possibilidades que a botânica traz para se produzir. E passou essa ideia para o professor Pedro Paulo e para mim. A partir desse momento foi feito uma construção das técnicas e das produções dentro da escola municipal e produziu-se um anúncio do texto ao nono ano – ressaltou.

Segundo a professora Camila, foi a partir deste momento que o livro começa a sair do papel e passa a se concretizar. “O livro é uma construção literária que não se limita somente a adultos ou adolescentes. As crianças são bem vindas até porque a nossa proposta é fazer com que olhem a arte e aceite com outros olhos, além de trazer a possibilidade de fazer com que essas duas disciplinas caminhem juntas propondo um ensino diversificado, curioso e também criativo”, destacou Camila.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document