quinta-feira, 20 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Eternamente namorados

Eternamente namorados

Matéria publicada em 9 de junho de 2019, 09:00 horas

 


Mesmo com vários anos de convivência, casais comemoram o Dia dos Namorados

Solange e Adilson, casados há 30 anos, contam que foi amor à primeira vista

Nem mesmo os anos de convivência são capazes de diminuir o romantismo com a data do Dia dos Namorados. Casais que estão juntos há anos mantém a programação apaixonante no dia da comemoração. Solange Mello, secretária, de 51 anos, mulher do Adilson Mello. Eles estão junto há 30 anos e tem dois filhos, Fernanda e Rafael e duas netas, Sophia e Luiza. O casal mora em Barra Mansa e faz questão de comemorar a data.
Eles se conheceram no dia 8 de maio de 1989 quando Solange trabalhava como vendedora de uma loja. A amiga dela iria atender o Adilson, mas a Solange pediu para que ela o atendesse e sabem o por quê? Ela falou que iria casar com ele.
– Assim me aproximei para atendê-lo e nossos olhos se cruzaram, fomos tomados por um sentimento único. E sim, foi amor à primeira vista. Começamos a nos ver todos os dias. Ele trabalhava em uma empresa de transporte e me levou para trabalhar na mesma e assim passamos a nos ver todos os dias e todas as noites e nunca saímos separados. Onde estava Adilson estava a Sol, e onde estava a Solange estava o Adilson – contou.
O casal oficializou o relacionamento no dia 02 de junho de 1990, no mês dos namorados e desde então comemoram as datas de casamento e Dia dos Namorados.
– Realizamos nosso sonho de viver para todo sempre no mês dos namorados e até hoje após 29 anos de casados comemoramos todos os anos nosso amor – comemorou.

Mais amor

Maria Aparecida Duque e Marcos Duque tem uma história digna de cinema, se conheceram na festa de casamento da irmã dela

Outra história de amor é a da aposentada Maria Aparecida Duque e do Marcos Duque, casados há 31 anos. Eles moram em Valença e têm uma filha juntos, Mariana Duque, que mora em Volta Redonda. O casal se conheceu no dia do casamento da irmã da Aparecida, parece filme esse encontro, e deu em casamento também.
– A gente se conheceu no dia do casamento da minha irmã, ele apareceu com um amigo que era primo do noivo. Ficamos juntos uns dois meses depois ele terminou comigo. Nós nos encontramos de novo uns três anos depois e estamos juntos até hoje graças a Deus – disse.
Aparecida comentou que é fundamental o companheirismo para enfrentar as dificuldades da vida.
– Eu e o Marcos já passamos por muita coisa juntos, mas sempre estamos firme de mãos dadas, um dando força para o outro. Choramos e sorrimos juntos. Digo que ele é meu porto seguro sempre me do meu lado me apoiando. Discutimos de vez em quando porque talvez eu seja muito impaciente, mas pra mim é normal. Ninguém é totalmente perfeito. Nós comemoramos o Dia dos Namorados até hoje porque somos eternos namorados – contou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document