terça-feira, 7 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Ex-‘Pânico’, Ceará fará programa de auditório

Ex-‘Pânico’, Ceará fará programa de auditório

Matéria publicada em 19 de fevereiro de 2015, 22:22 horas

 


Por Folhapress

Após perder Sabrina Sato no final de 2013, o “Pânico” (Band) enfrentará neste ano uma nova grande baixa: Wellington Muniz, 42, o Ceará, está deixando a atração.
Pai de personagens que compõem a essência do programa, como as sátiras de Silvio Santos e Marília Gabriela, o comediante está seguindo o mesmo rumo da ex-musa do humorístico e terá uma atração solo. Ele é o novo contratado do canal pago Multishow, no qual comandará um programa de auditório –mix de humor, música e games.
– Foram 18 anos (entre rádio e TV) ao lado da turma do “Pânico”. Minha gratidão é imensa, mas chegou a hora de arriscar – diz o humorista, que, aos 16 anos, abandonou o curso de torneiro mecânico, no Ceará, para investir na carreira de comediante. Perdia dias decorando anedotas de Ary Toledo e Costinha.
– Falei para o meu pai: Vou largar esse curso. Quero ser humorista e apresentador famoso em todo o país – conta.
– Meu pai falou: “Você vai ser um vagabundo, isso sim”. Um tempo atrás ele se lembrou disso, me ligou chorando, pedindo desculpas, dizendo que tem orgulho de mim – comenta.
Ceará começou fazendo humor em bares e rádios de Fortaleza – foi reprovado quatro vezes em testes para rádios. No início dos anos 1990, conseguiu sua primeira chance e criou o personagem Paulo Jalaska. Foi aí que o pessoal da Jovem Pan FM o descobriu e o trouxe para São Paulo, onde passou a integrar o time do “Pânico” na rádio.
Mas o crescimento do programa, a chegada de novos integrantes e atritos com a direção acabaram tirando espaço do humorista na atração. Discreto, Ceará evita falar em descontentamento, mas não nega que chegou a ficar meses sem aparecer no humorístico.
– O público perguntava nas ruas: ‘Cadê você?’, ‘Saiu do ‘Pânico’?’, mas eu sei que faz parte – afirma ele.
– É difícil administrar um programa daquele tamanho. Não dá para todo mundo colocar as ideias em prática – fala.
Mesmo assim, segundo Ceará, a sua saída do “Pânico” foi “pela porta da frente”. Ele conta que, no início de 2014, já tinha avisado à trupe que gostaria de deixar o programa. Já estava pensando em seguir um novo caminho, mas não tinha nada certo ainda.
– Só no final do ano apareceu a proposta do Multishow. Mesmo assim, fiquei no “Pânico” até o último dia de gravação – conta ele.
O novo programa de Ceará, com estreia prevista para o segundo semestre, está sendo formatado. Ele vai aparecer de cara limpa, mas fará esquetes com seus personagens.
– Estou muito feliz montando o time, com diretor, roteiristas e mais dois ou três atores fixos – continua
-Se vai dar certo? Não sei, tenho duas bolas, mas nenhuma é de cristal [risos] – diz Ceará.
– Piada ruim, hein [risos]! Preciso melhorar [risos] – finaliza.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document