;
terça-feira, 24 de novembro de 2020 - 01:15 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Exposição ‘Retrospectiva Eduardo Amarante’ pode ser vista na Casa da Cultura de Paraty

Exposição ‘Retrospectiva Eduardo Amarante’ pode ser vista na Casa da Cultura de Paraty

Matéria publicada em 18 de março de 2015, 06:53 horas

 


Retrospectiva: Artista plástico Eduardo Amarante expõe as fases de sua carreira na mostra (Foto: Divulgação)

Retrospectiva: Artista plástico Eduardo Amarante expõe as fases de sua carreira na mostra (Foto: Divulgação)

Paraty –

Telas óticas, que confundem o olhar quase em um efeito 3D, figurativos femininos, a maior parte deles dos anos 80 e 90, e abstratos coloridos, especialmente vermelhos, marcam os momentos mais recentes do pintor. É com esse estilo abstrato e inovador que o artista plástico Eduardo Amarante expõe sua mostra na Casa da Cultura de Paraty, até o dia 29 de março, as visitas acontecem de terça-feira a domingo, das 10h às 22h. A exposição faz uma viagem no tempo, exibindo desde suas primeiras pinturas até seu desenvolvimento atual.

A trajetória do artista é tão inusitada quanto sua obra: natural de Barra Mansa, aos 18 anos ele deixou a faculdade de Arquitetura, no Rio, e embarcou em um navio cargueiro para a Europa.

Em Paris, continuou os estudos acadêmicos, mas logo passou a pintar em tempo integral. Daí não parou mais, depois de algumas exposições no Rio e em Salvador, realizou sua primeira individual em uma galeria parisiense, em 1983, e recebeu o prestigiado prêmio “Aide à la Première Exposition”, concedido pelo Ministério da Cultura da França. Várias outras exposições se seguiram em galerias de prestígio como Galerie Liliane François, Paris (1983, 1985, 1986, 1994), Facchetti Burk Gallery, New York (1983, 1985), Salon Figuration Critique, Paris (1986), Galerie Art et Patrimoine, Paris; Galerie Le Cube, Paris (1992), entre outras e, mais recentemente, a Galeria Günzburg, Überlingen, na Alemanha, em 2012.

De acordo com Eduardo Amarante, sua aventura de viajar para Paris, o ajudou no desenvolvimento de sua pintura, pois recebeu grandes influências de artistas plásticos consagrados como Pablo Picasso, Claude Monet, entre outros.

– Sem dúvida recebi muita influência dos grandes pintores, tenho todos como referência na minha carreira. Comparo o meu trabalho com o deles, pois a cada dia quero ser melhor – declara o artista plástico.

Eduardo Amarante iniciou sua trajetória na pintura em 1976. Segundo o artista suas obras no começo eram grosseiras e bem coloridas, com o tempo foi se aperfeiçoando, evoluindo nas artes plásticas.

– Minha pintura era grosseira e colorida, pois eu não tinha muito acesso a informação e com isso a criatividade se limita. Entretanto com o tempo fui afinando, me informando sobre a cultura, as artes, passando meu trabalho para uma fase mais elaborada com detalhes na pintura – conta.

Essa evolução do artista está exposta na mostra com quadros que foram feitos em 1976 a 2014, a maior parte das telas em grandes dimensões.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document