domingo, 15 de setembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Exposição ‘Risco’, do artista visual Rafo Castro, pode ser conferida até hoje na galeria de Artes do Campus Cicuta

Exposição ‘Risco’, do artista visual Rafo Castro, pode ser conferida até hoje na galeria de Artes do Campus Cicuta

Matéria publicada em 18 de dezembro de 2015, 07:00 horas

 


Volta Redonda – Que tal conferir uma mostra de arte nesta sexta-feira?! Ainda dá tempo de ver os trabalhos do artista visual Rafo Castro, que estão na galeria de Artes do campus Cicuta, em Volta Redonda. Formado em Design, Rafo ficou conhecido por seu grafite descontraído e versátil e também pelos seus personagens, que parecem viver na mais perfeita “harmonia”. Entre eles, destaca-se “O Diabo”, fixado em muros de todo o país no formato de graffiti e lambe-lambe e que, apesar do nome forte, traz no seu traço e na sua expressão uma simpatia malandra e atípica, revelando um clima de sarcasmo buscado pelo artista.
Com uma coletânea que explora linhas mais puras e diretas composta por 17 obras, a exposição “Risco” já passou pelo Rio e por Curitiba e fica até hoje, dia 18, na galeria.
Desde 2003, Rafo Castro espalhou por todo o Brasil seus personagens seja em forma de cartazes (lambe-lambe), seja em stickers ou graffiti. Hoje, é uma referência para quem faz parte do universo de “street art”. Conhecido pelo pioneirismo nas intervenções de rua na Zona Norte carioca, o artista traz diversas influências no seu trabalho, da colagem cubista ao mestre do traço Nassara (ilustrador e caricaturista dos anos 50), embora hoje o artista confesse que sua maior inspiração vem do seu filho João. “Ele que me chamou para fazer os desenhos mais puros, sem firulas, diretos e contínuos, com um traço mais solto”.
A exposição, que recebe o nome “Risco”, foi feita na base da experimentação.
– O erro fazia parte da exposição, quando eu estava pintando, em determinado momento, se saísse alguma coisa fora do que eu estava planejando, aquilo fazia parte da criação e eu tinha que dar um jeito de resolver. Foi tudo condicionado para ser realizado em um traço só, sem tirar o pincel da folha, também foi um risco largar toda a cor que sempre acompanhou minhas obras. Fiquei conhecido pelas cores e texturas e trago agora um trabalho monocromático. Isso faz com que o nome risco tenha um duplo sentido, um risco duplo – explica o artista.
Atualmente Rafo Castro é coordenador de Design da Om.art e mantém o projeto #Streetartrio em parceria com a Agência Criativa Touch. Ele enxerga o movimento da Arte de Rua como positivo aqui no interior.
– A galera aqui se movimenta muito, tive sorte de conhecer as pessoas certas, o Anderson de Souza (artista visual de Barra Mansa), o Bravo (supervisor de cultura e integração do UBM), o Tomada Urbana e o Nasce uma Cidade trazem a valorização da história da região. Todas as vezes que eu saio com eles parece que estou aprendendo mais sobre a cidade e gostando mais daqui. Esse ano já é a terceira vez que venho aqui, eu dei sorte – diz Rafo.

Serviço

A exposição ‘Risco’, do artista visual Rafo Castro, pode ser conferida até hoje, dia 18, na galeria de Artes do Campus Cicuta UBM, em Volta Redonda.

'Risco': Mostra do artista gráfico Rafo Castro apresenta obras de traço único, com muita leveza e humor (Fotos: Divulgação)

‘Risco’: Mostra do artista gráfico Rafo Castro apresenta obras de traço único, com muita leveza e humor (Fotos: Divulgação)

capa risco (4)

Untitled Document