terça-feira, 10 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Festa das Luzes em Uaná Etê celebra solstício de inverno

Festa das Luzes em Uaná Etê celebra solstício de inverno

Matéria publicada em 29 de maio de 2018, 08:01 horas

 


Festival terá abertura nesta quinta-feira (31) e continua durante todo o mês de junho

Festa das luzes: Moderna, contemporânea e com raízes que vão da cultura indígena à eletrônica (foto: Gabi Castro)

O dia mais escuro do ano e o início do inverno serão festejados no Jardim Ecológico Uaná Etê, em Paulo De Frontin, com mostra de instalações luminosas que tem como tema a natureza, a primeira edição da “Festa das Luzes” começará nesta quinta-feira 31 e terá diversas atrações durante todo o mês de junho.

O evento traz ao público o talento artístico do consagrado diretor e iluminador Paulo Cesar Medeiros, conhecido pelos amigos como Paulinho, convidou outros artistas premiados da cena luminosa para refletirem a natureza nas noites.

– Tenho 32 anos de carreira. Trabalhei com os principais diretores e cenógrafos brasileiros. É a primeira vez que  apresento meu trabalho ao público dessa forma – destaca o artista.

Moderna, contemporânea, com raízes que vão da cultura indígena à eletrônica, Festa das Luzes expõe artistas como Edson Brossa e Rafael Turatti, premiados por suas instalações de arte e luz na Europa. Obras interativas ficarão a cargo das cenógrafas Mina Quental e Nina Balbi; Paulo César também assinará peças inéditas, especialmente construídas para a 1ª Festa das Luzes.

– Artes plásticas com luzes, expostas a noite e no meio da natureza, posso dizer que é inédito no Brasil. Não me recordo de um trabalho feito dessa maneira, ou próximo a isso – destaca.

Algumas obras paisagísticas do jardim também receberão uma roupagem de luz: o Labirinto da Música, que conta a história do som na humanidade, criado por Maritza Orleans e Bragança; o Oásis do Lagarto, de Cristina Caribé; a Porta do Infinito, de Rafael Maia.

– Estamos criando um ambiente acolhedor e que desperte vários sentidos no público, é uma festa das luzes no sentido do iluminismo. Elevando o pensamento e a poesia para os envolvidos no encontro – explica.

Em um jardim dedicado à importância do som e da natureza, não pode faltar música. Portanto, no primeiro fim de semana da festa, que coincide com o feriado de Corpus Christi, a partir das 19 horas, os presentes poderão apreciar o show do octeto vocal Consoantes e Sacha Ambak e Kiko Freitas com Os Sons da Terra ao lado de Cristina Braga e Ricardo Medeiros. Carlos Malta trará som do sopro e eletrônico para a festa, enquanto Juliana Maia ficará responsável por preencher o jardim com Bossa Nova e mais natureza.

Quem comparecer, ainda poderá se deliciar através de especiarias, queijos e vinhos da região do Vale do Café, harmonizados pelas mãos e talento da premiada chef Gê Dantas.  Além disso, as atividades disponíveis no evento não estão restritas à noite, durante o dia, o jardim conta com as diversas instalações interativas como o Labirinto da Música,  a Árvore das Infinitas Possibilidades, o Bosque dos Sinos, e novidades como o Cactário de Wilson das Neves, com suculentas e cactos.

Nos demais fins de semana, o jardim fará programação com contadores de história, algumas sobre a cultura indígena, em contos do entardecer, que revelam a relação do homem com a natureza e a luz.

– Quando a natureza escurece, o homem tem a oportunidade de tirar a luz que tem dentro de si. 21 de junho é o solstício de inverno, o dia mais escuro do ano, e de duração menor. Mas, a partir deste dia, cada novo dia é um pouco maior, um pouco mais claro, até o solstício de verão, o auge da luz natural. E a Festa das Luzes celebra a dualidade que este momento encerra: o dia mais escuro é também o início do retorno da luz – resume Cristina Braga, harpista e uma das criadoras do jardim.

 

Serviço

O Festival das Luzes no Jardim Uaná Etê – Exposição de instalações de luz e shows acontece de 31/05 a 30/06, com horários variados que podem ser conferidos na programação. Mais informações através do telefone (24) 2468-1550  ou e-mail: jardimuanaete@gmail.com

 

Programação

* 31/ 05 às 19h – “Luz e Sombra – Abertura” Consoantes Octeto Vocal

* 01/06 às 19h – “Sons da Terra” – Sacha Amback, Cristina Braga, Ricardo Medeiros e Kiko Freitas

* 02/06 às 19h – Carlos Malta

* 03/06 às 15h – “Bossa Nova, 60 anos de Amor e Natureza” – Juliana Maia, Cristina Braga e Ricardo Medeiros

* 07 a 10/06 – “Sabedoria da cultura indígena, guardiões das florestas”

Inauguração das Okas do Jardim

Vivência e contos brasileiros e indígenas

* 14 a 17/06 – “Inauguração do Cactário Wilson das Neves”

Coleção de cactos e suculentas doadas ao jardim pelo grande compositor, cantor, baterista e percussionista.

* 17/06, às 15h – “Tambores, Concerto Performance no Cactário”

* 21 a 24/06 – “Luz e Poesia no Labirinto da Música”

Apresentações de poesia músicas e histórias ao por do sol

* 28 a 30/ 06 – “Surpresas sonoras no jardim”

* 30/06, de 18h às 21h – “Festa de luz e som – DJS programam a natureza”

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document