terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Formado na Itália, artista plástico escolhe Quatis para morar e expor suas obras

Formado na Itália, artista plástico escolhe Quatis para morar e expor suas obras

Matéria publicada em 22 de janeiro de 2020, 08:00 horas

 


Trabalhos de Rocco Caputo podem ser visitados todos os dias em seu ateliê

Quatis – Nascido na cidade paulista de Piracicaba, o artista plástico Rocco Caputo viveu muitos anos na Itália, país de origem do pai Antônio Caputo. De volta ao Brasil, no começo da década de 1990, passou a residir em Rio Claro, outro município do estado de São Paulo, retornando posteriormente para sua terra natal. Mas, a esposa é de Barra Mansa e a sogra mora em Quatis, cidade com a qual se encantou desde a primeira vez que a visitou.
Resultado?! O artista e a mulher Lilian se mudaram em julho do ano passado para Quatis, aonde ele montou um ateliê com suas obras, na Rua Faustino Pinheiro, nº 196, próximo à Livraria Prosa & Verso, no Centro.
Neste local, a população pode conhecer um pouco mais das suas obras, através da exposição “Mãos”. São 22 desenhos em giz pastel seco com pouco óleo sobre a tela, todos produzidos na Itália. A mostra será permanente e pode ser visitada de segunda-feira a sábado, das 9h às 18h, e aos domingos, das 9h ao meio-dia.

Rocco Caputo: ‘Em Quatis, posso ver o horizonte de cada esquina’ (Fotos: Divulgação)

O próprio Rocco Caputo explica o título da exposição “Mãos”. “É o instrumento de bondade e de maldade, é a forma de expressão do homem que afaga e que apedreja”, diz, acrescentando: “Tem a mão do Papa, da Cora Coralina, de Galeano e outras”.
O artista destaca ainda os motivos que o atraíram para a cidade:
– Quatis me encanta pelo fato de não ter prédios, ser de pequeno porte e porque de cada esquina posso ver o horizonte dos quatro lados da rua – declara Rocco, que tem 57 anos de idade.
O talento para as artes plásticas começou a ser sinalizado ainda na adolescência, quando Rocco estudou desenho artístico com o mestre Hugo Benedetti, de 1976 a 1977. Quatorze anos depois, mais precisamente em 1991, formou-se em pintura pela Academia de Bellas Artes Foggia, na Itália.
Tão logo retornou ao Brasil, montou o ateliê Rocco Caputo em Rio Claro, no estado de São Paulo, no qual ministrou aulas de desenho e de pintura até 2004. Já na cidade de Piracicaba, o seu ateliê funcionou até dezembro de 2018. Nesta cidade, aliás, ele promoveu, no ano passado, a exposição “Mãos”, que agora pode ser visitada pelos moradores de Quatis e região.

 

‘Mãos’: Exposição conta com 22 desenhos em giz pastel seco com pouco óleo sobre a tela, todos produzidos na Itália

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Eu amo arte,vou um dia visitar!! Parabéns Rocco,mais sucesso pra vc.

Untitled Document