Galeria de Artes UBM Clécio Penedo, em Barra Mansa, recebe a exposição 'Re.Corte.Cole' - Diário do Vale
quinta-feira, 23 de setembro de 2021 - 08:03 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Galeria de Artes UBM Clécio Penedo, em Barra Mansa, recebe a exposição ‘Re.Corte.Cole’

Galeria de Artes UBM Clécio Penedo, em Barra Mansa, recebe a exposição ‘Re.Corte.Cole’

Matéria publicada em 28 de setembro de 2016, 09:30 horas

 


Barra Mansa – A Galeria de Artes UBM Clécio Penedo, em Barra Mansa, promoveu a abertura da exposição “Re.Corte.Cole” de Rafo Castro. A mostra acontece por meio do Programa de Ocupação Artística do UBM 2016. O público pode conhecer mais sobre as técnicas de lambe-lambe utilizadas pelo artista, além de tatuar os desenhos corporais feitos por ele.

As obras que compõem as peças expostas fazem parte do material coletado a partir de cartazes que Rafo colou nas ruas e foi acompanhando a sua degradação. A mostra que está em Barra Mansa é parte integrante de sua exposição, feita no Rio de Janeiro, batizada de “Cíclico” e foi composta de painéis transformados em quadros pelo artista.

– A exposição que trouxe para Barra Mansa contempla duas salas da primeira exposição e eu a chamo de “Espaço Tempo”, onde tirei foto dos cartazes que colei na rua e as interações sofridas com o ambiente e as pessoas. Eu fui registrando isso em fotografia – conta Rafo sobre a sua interferência nas ruas e a interferência das ruas nas artes que espalhou.

Formado em desenho industrial, ilustrador e amante da tipografia e dos processos gráficos, Rafo é original e deixa sua identidade visual em design, pinturas ou intervenções urbanas, por meio de materiais e projetos diversos.

– A escolha para trazer esse tema levanta a discussão da relação das ruas com o trabalho do artista e como o acaso e as coisas que estão fora de nosso controle podem manter o trabalho com a identidade do artista, mas que passou a ter uma vida própria, pois as pessoas e o tempo interferem – comenta.

Entre as pessoas que prestigiaram a abertura da exposição, estava a aposentada Isa Pimentel. Ela conheceu o trabalho de Rafo através da filha que mora no Rio de Janeiro.

– Uma vez minha filha convidou para ver um dos trabalhos dele e, desde então, passei a acompanhar as exposições dele em Barra Mansa – fala, lembrando-se da primeira mostra que Rafo fez no Campus Cicuta.

De fato, a aproximação do artista com a instituição começou com o grafite durante o Festival Polifonia, em novembro de 2014, e continuou ano passado com a exposição “Risco”.

– Ter a oportunidade de mostrar meu trabalho em uma instituição de ensino expandindo minha obra para o interior do Estado que moro é muito legal. Já cheguei a fazer algumas interferências na rua aqui, mas foram poucas e a convites e poder trocar ideias com o público é muito interessante – diz.

 

Serviço

A exposição ‘Re.Corte.Cole’ ficará disponível para visitação até dia 4 de novembro, das 14h às 21h. Para mais informações, visitas guiadas ou em grupos e atividades educativas, o contato é pelo e-mail ([email protected]) ou pelo telefone (24) 3325-0262.

‘Re.Corte.Cole’: Obras fazem parte do material coletado a partir de cartazes que Rafo colou nas ruas e foi acompanhando a sua degradação (Foto: Divulgação)

‘Re.Corte.Cole’: Obras fazem parte do material coletado a partir de cartazes que Rafo colou nas ruas e foi acompanhando a sua degradação (Foto: Divulgação)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Trabalhador Barra Mansa

    pqp, ruim de +

Untitled Document