>
quarta-feira, 17 de agosto de 2022 - 09:53 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Guia de leitura: Cento e cinquenta anos de arte espacial

Guia de leitura: Cento e cinquenta anos de arte espacial

Matéria publicada em 2 de março de 2020, 14:13 horas

 


Livro do artista Ron Miller documenta a história dos artistas espaciais

Muito antes de as sondas espaciais enviarem para a Terra as primeiras imagens coloridas de Júpiter ou de Marte, gerações de artistas tentaram imaginar como era lá em cima. O trabalho desses pintores e ilustradores é chamado, adequadamente, de arte espacial. São ilustrações hiper-realistas que tentam representar o que uma pessoa veria se estivesse dentro dos anéis de Saturno, ou na superfície de um planeta orbitando a estrela Mira, na constelação da Baleia. A história desse tipo especial de arte é contada, com 350 ilustrações, no livro “The Art of Space – The history of space arte, from the earliest visions to the graphics of modern era” (A arte do espaço – A história da arte espacial, das primeiras visões até os trabalhos gráficos da era moderna).
Ron Miller, o autor do livro, é também um artista espacial e já andou pintando panoramas das luas de Júpiter e Saturno. Em um de seus trabalhos, incluído no livro, ele imagina o nascer do sol entre as nuvens de um mundo gasoso orbitando a estrela Epsilon Andromeda. O trabalho desses artistas esteve muito ligado à literatura de ficção científica. Já que eles são chamados para ilustrar livros do gênero. É o caso da pintura que aparece na capa do livro, obra do artista Peter Elson, que representa uma nave futurista cruzando o plano dos anéis de Saturno. Ela foi usada para ilustrar o livro de aventuras “Luke Star e Os Anéis de Saturno” do escritor Isaac Asimov.
Embora usem muito a imaginação o trabalho dos artistas espaciais não é pura fantasia. Eles frequentemente consultam os astrônomos para saber a cor exata de um determinado planeta ou qual seria o nível de luminosidade na superfície do planeta Vênus. É por isso que o prefácio de “The Art of Space” foi escrito pela astrônoma Carolyn Porco, que dirigiu a missão da sonda Cassini ao planeta Saturno, na década passada. E apesar de todo o avanço da tecnologia, ninguém, nem homem nem máquina, conseguiu até hoje chegar suficientemente perto dos anéis de Saturno para vislumbrar o panorama imaginado por Peter Elson.
O livro é da editora Zenith Press e pode ser encontrado nas boas lojas da internet.

 

Jorge Luiz Calife

Fascinante: O trabalho dos artistas que unem ciência a arte


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document