terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Jovem de Resende é contratado pela companhia de balé Bolshoi

Jovem de Resende é contratado pela companhia de balé Bolshoi

Matéria publicada em 26 de janeiro de 2020, 09:30 horas

 


Talisson Farias, de 17 anos, começa o ano como um dos mais novos contratados da Companhia Jovem do Bolshoi no Brasil; seu primeiro contato com a dança foi em 2008, na Escola Municipal Marieta Sales

Resende – O ano de 2020 começou de forma especial para o jovem resendense Talisson Farias, de 17 anos. Ele é um dos mais novos contratados da Companhia Jovem do Bolshoi no Brasil. Segundo Andréa Souto, diretora do Centro de Dança de Resende e primeira professora de Talisson, agora ele passará a ter salários, a se apresentar em espetáculos pelo país e a participar de audições que podem abrir as portas para as principais companhias do mundo.
O novo contratado vai se juntar aos alunos do ano passado, fazendo com que a companhia passe a ter 17 bailarinos. A escola de Joinville é a única extensão do Teatro Bolshoi fora da Rússia.
– Não foi fácil chegar até aqui, mas conseguimos – disse o jovem.
Talisson da Silva Farias, nascido em Resende em 21 de março de 2002, teve seu primeiro contato com a dança em 2008, no colégio Municipal Marieta Sales, na Baixada Olaria, bairro humilde onde morava com a mãe e os irmãos. Talisson é o caçula de três filhos.
O jovem viu aulas de balé acontecendo e contou para a mãe que desejava participar. Ela, prontamente foi a escola e apresentou a aspiração do filho. Talisson foi incluído, então, nas aulas do projeto Criarte, da Secretaria de Educação do município de Resende, em 2008. Eram apenas dois meninos na sala.
Já no primeiro dia de aula a professora Andréa Souto percebeu o enorme potencial do Talisson. E, a cada dia, ele se destacava e surpreendia a professora.
– Talisson sofreu muito preconceito por parte dos colegas da escola, mas sua mãe não o deixou desistir e ele prosseguiu frequentando as aulas e se destacando – relembra Andréa, que, além de ministrar aulas no projeto municipal Criarte, dirigia uma academia de dança, o Centro de Dança de Resende. Ela ofereceu a Talisson uma bolsa para receber aulas gratuitamente também em sua escola.
O jovem frequentou a academia por dois anos e foi por meio desta academia que a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, sediada em Joinville/SC, esteve em Resende para uma apresentação de dança. Foi quando promoveu uma pré-seleção para crianças, que possibilitaria participarem do exame de admissão em Joinville, no mesmo ano.
– Talisson assistiu, na ocasião, no Teatro da Aman, a apresentação de Gala da Cia Jovem da Escola do Bolshoi. Ele e mais três meninas foram selecionados dentre 82 crianças de várias cidades que se candidataram para a pré-seleção – conta a professora.
Andréa Souto, usando a estrutura de sua escola, providenciou o transporte e hospedagem de Talisson e de sua mãe para Joinville, a fim de tentarem uma vaga de bolsista na Escola do Bolshoi no Brasil.
– Talisson passou e foi considerado o melhor corpo físico que até então aparecera na escola – relembra.
Mas, as dificuldades não terminariam ali. Talisson tinha oito anos de idade. Sem condições financeiras, sua mãe não poderia se mudar com a família para Joinville, muito menos sustentá-lo de longe.
Andréa Souto mobilizou os políticos de Resende e assim foi institucionalizado um apoio da prefeitura que arcaria com a hospedagem e alimentação de Talisson na casa de uma mãe social, dentre algumas que existiam em Joinville com o intuito de acolherem jovens e crianças que se aventuravam na escola russa no Brasil.
— É uma superação, por todos esses anos na escola, onde estou há nove anos. Foi um período difícil, mas me dá muito orgulho — afirma o jovem bailarino.
Ele formou-se no ensino médio e, hoje, é bailarino profissional com formação pela Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Após a formatura foi selecionado para integrar a Cia Jovem daquela escola e trabalhar como bailarino, recebendo salário, vale alimentação e plano de saúde.
– Com certeza, agora integrante da Cia, subirá em palcos como o Teatro da Aman, em Resende, quando assistiu sua primeira apresentação de balé na vida, há nove anos. O sonho foi atingido – finaliza Andréa, orgulhosa.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Direto de Hellsende… Q prodígio! Parabéns pela conquista e pela postura corporal.

  2. Avatar

    é muito bonito isso, pois o bairro baixada da olaria é pobre, um reduto de traficantes e um centro de procriação, se vier aqui o que mais ver é crianças nas ruas, ou seja é a pobreza sendo multiplicada e as crianças são privadas de tudo e quando ficam um pouco maiores são aliciadas para o tráfico, ver um jovem de um bairro tão pobre se levantar na vida com o seu esforço é muito legal de se ver, pena que isso representa uma parcela ínfima dos jovens que nesse bairro residem.

  3. Avatar

    Parabéns Talisson . Deus no controle de tudo. Abraço

    • Avatar

      Que satisfação ver uma estória de superação assim! Parabéns à Prof. Andréa Souto que acreditou nesse diamante bruto! Parabens Talisson!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document