>
domingo, 14 de agosto de 2022 - 22:37 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Mocidade de Padre Miguel é Patrimônio Cultural Imaterial do Estado

Mocidade de Padre Miguel é Patrimônio Cultural Imaterial do Estado

Matéria publicada em 24 de abril de 2022, 11:37 horas

 


O governador Cláudio Castro sancionou a Lei 9.647/22, que dá mais esse título à escola – Foto: Rafael Campos.

Rio- O Grêmio Recreativo Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel agora é Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro. O governador Cláudio Castro sancionou a Lei 9.647/22, que dá mais esse título à escola e exalta a relevância da Mocidade para o samba e a cultura fluminense. Fundada em 1955, a tradicional agremiação é detentora de seis conquistas do Carnaval do Rio de Janeiro.

– Tornar a Mocidade um Patrimônio Cultural Imaterial do Rio de Janeiro é uma forma de reconhecer essa escola, que já é um patrimônio do Carnaval. Uma agremiação tão vitoriosa merece ser homenageada – disse o governador Cláudio Castro.

Criadora de enredos clássicos que falam desde o Descobrimento do Brasil até as Mil e uma Noites, a Mocidade desfilará no próximo sábado (23/04), na Marquês de Sapucaí. A sua quadra, em Padre Miguel, é conhecida pelos foliões como “Maracanã do Samba”. Este ano, a escola apresentará ao público o enredo “Batuque ao Caçador” e também homenageará grandes nomes da agremiação.

De autoria de Átila Nunes (PSD), a lei que garante o título à Mocidade foi publicada em edição extraordinária do Diário Oficial desta segunda-feira (18/04).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document